quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O BATEDOR DEVE SER BENEFICIADO COM “BALL FOUR”?



Softbol


Nenhum corredor em base. Quando a contagem de bolas arremessadas estava em 1 – 2 (um “ball” – dois “strikes”), o receptor, pensando equivocadamente que o arremesso seguinte havia sido um “strike”, jogou a bola ao defensor da 3ª base. Este, por sua vez, despachou-a imediatamente ao defensor da 2ª base. O técnico da equipe na ofensiva reclamou; queria que o batedor fosse mandado à 1ª base por “ball four” (quatro “balls”), argumentando o seguinte: (1) o arremesso efetuado foi declarado “ball” (2º “ball”); (2) quando o receptor jogou a bola à 3ª base, deveria ser contado um “ball” (3º “ball”); (3) quando a bola foi lançada à 2ª base deveria ser contado mais um “ball” (4º “ball”). 

A reclamação é improcedente. A contagem de bolas passa a ser 3 – 2. Quando, sem corredor(es) em base, o receptor não devolve a bola diretamente ao arremessador após cada arremesso, é contado um “ball” ao batedor, porém não é correto raciocinar que se deve contar um “ball” cada vez que um defensor lança a bola para seu companheiro.


(Regra 6 – Seção 6b – vide NOTA, Regra 6 – EFEITO – Seções 1 - 7)

Sem comentários:

Enviar um comentário