quarta-feira, 30 de novembro de 2022

QUESTÕES BASEADAS NAS REGRAS DA LITTLE LEAGUE

O arremessador fez um arremesso ilegal quando não havia corredor(es) em base. O batedor rebateu esse arremesso e foi eliminado na 1ª base. Jogada legal?

 Não.

"FLY BALL"

“FAIR FLY”

Um “fair fly”  deve ser julgado de acordo com a posição da bola em relação à linha de “foul”, incluindo o poste de “foul”, e não pela posição do defensor.

 “FOUL FLY”

Um “foul fly” deve ser julgado de acordo com a posição da bola em relação à linha de “foul”, incluindo o poste de “foul”, e não pela posição do defensor.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - NOTÍCIA

 Resultado – XXVI Campeonato Brasileiro de Softbol Feminino Sub13 – 2022

Acesse: cbbs.com.br 

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Circular 56-22: Confirmação de Participação – III Taça Brasil de Softbol Feminino Interclubes Adulto – 2022

Acesse: cbbs.com.br

terça-feira, 29 de novembro de 2022

QUESTÕES BASEADAS NAS REGRAS DA LITTLE LEAGUE

Uma bola arremessada trisca o “bat”, vai diretamente contra o protetor de tórax do receptor, e, no rebote, é apanhada com o “mitt” antes de tocar o solo. O receptor efetuou uma pegada legal?

 Não. É “foul ball”.

ÁRBITRO DE BASE

Função principal: Observar e decidir os lances que ocorrem nas bases.

Outras atribuições: Auxiliar o árbitro de “home” para o bom andamento do jogo; tomar decisões sobre as bolas rebatidas “ground” que passam para trás da 1ª base e 3ª base (“fair” ou “foul”); responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o campo externo (“fly out” ou não, “home run”, concessão de duas bases, “fair” ou “foul” etc..). Observar uma série de ocorrências (interferência, obstrução, “line out”, ultrapassagem de corredor, jogada de apelação, “balk”, “half swing”, “infield fly”, bola “fly” derrubada intencionalmente etc..).

Movimentação e posicionamento para observar os lances: Bola rebatida, “tag-up”, rebatida “fly” que pode ser apanhada facilmente (não correr atrás da bola), rebatida “fly” difícil de ser apanhada (correr atrás da bola) etc..

*A bola arremessada toca o solo antes de chegar ao “home plate”.

(1) A bola passa na zona de “strike”: é “ball”.

(2) A bola toca o batedor: ele é autorizado a ir à 1ª base.

(3) Depois de contados 2 “strikes”, o batedor gira o “bat” mas não toca a bola: deve ser aplicada a regra do terceiro “strike”  - o batedor torna-se um corredor (1) desde  que a 1ª base não esteja ocupada, ou (2) haja duas eliminações.

(4) O batedor rebate a bola: a rebatida é válida.

*Arremesso Ilegal.

Quando há corredor(es) em base, é “balk”.

*A bola escapa da mão do arremessador.

(1) Se cruzar a linha de “foul”: é “ball”.

(2) Se não cruzar a linha de ”foul” quando não há corredor(es) em base: nada será declarado.

(3) Se não cruzar a linha de “foul” quando há corredor(es) em base: será declarado um “balk”.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Seleção Brasileira no Panamericano de Beisebol Sub10 – 2022

Acesse: cbbs.com.br

segunda-feira, 28 de novembro de 2022

QUESTÕES BASEADAS NAS REGRAS DA LITTLE LEAGUE

Uma bola ricocheteia após bater na luva do defensor que está tentando apanhá-la e toca o seu corpo. Se ele segurar a bola encostando o braço no corpo a pegada deve ser considerada legal?

 Não.

ÁRBITRO DE "HOME"

Função principal:

Julgar os arremessos (“ball” ou “strike”).

Outras atribuições: Observar uma série de ocorrências (“hit by pitch”, “balk”, *“foul tip”, rebatida “fair” ou “foul”, *”half swing”, “infield fly”, bola “fly “derrubada intencionalmente, rebatida ilegal, interferência da ofensiva, interferência da defensiva, jogada de apelação, todos os lances no home etc..); paralisar, reiniciar e encerrar uma partida; confiscar jogo; atentar para pequenas coisas, como verificar se o “home plate” está sujo etc..

*Foul Tip” é uma bola rebatida que vai brusca e diretamente do “bat” às mãos do receptor e é agarrada legalmente.

A bola vai do “bat” ao corpo, máscara ou protetor do receptor e, no rebote, é agarrada antes que toque o solo (não é pegada legal, a menos que essa bola tenha tocado primeiro a sua mão ou o seu “mitt”). Se a bola não for agarrada legalmente, será um “foul ball”, e não um “foul tip”. Qualquer “foul tip” é um “strike”. A bola permanece em jogo.

*”Half Swing”.  A pedido do técnico ou receptor, o árbitro de “home” tem de consultar um companheiro sobre um “half swing” quando o arremesso é declarado “ball”.

Movimentação e posicionamento para observar os lances: Bola rebatida, “tag-up”, rebatida “foul fly”, jogada forçada, *“wild pitch”, *“passed ball” etc.; cobrir outras bases.

*Wild Pitch”: É um arremesso tão alto, tão baixo ou tão fora do “home plate” que não pode ser apanhado pelo receptor mediante um esforço normal.

*Passed Ball: É um arremesso defensável que o receptor deixa passar para trás (erro do receptor).

domingo, 27 de novembro de 2022

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Regulamento – XXVI Campeonato Brasileiro de Softbol Feminino Sub13 – 2022

Acesse: cbbs.com.br

FUNÇÃO DOS ÁRBITROS

 A função dos árbitros, em princípio, consiste em decidir se um arremesso é “ball” ou “strike”; se uma bola rebatida é “fair” ou “foul”; e se um batedor/batedor-corredor/corredor é “out” ou “safe”. O arremessador faz o arremesso, e o batedor pode tentar rebatê-lo ou deixar a bola passar. O batedor deixa a bola passar: o árbitro de “home” deve decidir se esse arremesso é “ball” ou “strike”. O batedor rebate o arremesso: o árbitro responsável pelo lance deve decidir se a rebatida é “fair” ou “foul”. A bola rebatida para o solo é “fair”, e há uma jogada sobre o batedor-corredor: o árbitro deve decidir se ele é “out” ou “safe”. A rebatida é um “fly” (“fair” ou “foul”): o árbitro que observou o lance deve decidir se o batedor é “out” ou não. O corredor tenta avançar uma ou mais bases, e há uma jogada sobre ele: o árbitro deve decidir se esse corredor é “out” ou “safe”.

sábado, 26 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“WINDUP POSITION” (POSIÇÃO “WINDUP”) é uma das duas posições legais para arremessar.

ARREMESSADOR QUE OCUPA OUTRA POSIÇÃO NA DEFENSIVA

Um arremessador pode mudar para outra posição só uma vez durante o mesmo “inning”; por exemplo, ao arremessador não será permitido assumir outra posição que não seja a de arremessador mais de uma vez no mesmo “inning”. Exemplo: O arremessador vai para 3ª base; da 3ª base vai para 2ª base; e desta posição retorna ao montículo. Ele não poderá mudar outra vez para outra posição; terá de arremessar até terminar o “inning”, ou sair do jogo.

sexta-feira, 25 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“WILD PITCH” (ARREMESSO DESCONTROLADO) é um arremesso tão alto, tão baixo ou tão fora do “home plate” que não pode ser apanhado pelo receptor mediante um esforço normal.

SUBSTITUIÇÃO DE JOGADOR

Deve ser comunicada ao árbitro de “home”. Se não for comunicada, o jogador será considerado dentro do jogo quando:

(a) ARREMESSADOR: Toma sua posição sobre o “pitcher’s plate” (não é necessário que tenha feito arremessos de aquecimento). Tem de arremessar a um batedor até que ele complete a sua vez de bater, ou até que ocorra a mudança ataque x defesa, a menos que se machuque ou adoeça.

(b) BATEDOR: Entra no “batter’s box”.

(c) DEFENSOR: Chega à posição normalmente ocupada pelo jogador substituído, e o árbitro de “home” declara “PLAY”.

(d) CORREDOR: Toma o lugar do jogador substituído.

Qualquer jogada executada por substituto não anunciado é válida.

quinta-feira, 24 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“TRIPLE PLAY” (JOGADA TRIPLA) é uma jogada da defensiva na qual três jogadores da ofensiva são eliminados em consequência de uma ação contínua, desde que não haja erro entre as eliminações.

"PLAY BALL"

Antes dar a ordem “Play Ball”, o árbitro de “home” deve observar se os companheiros estão devidamente posicionados; se os anotadores estão a postos; se as demais pessoas que vão trabalhar no jogo estão preparadas; se o batedor seguinte está dentro do círculo; se os “coaches” estão nos seus lugares; se há alguém ou algum material de jogo fora do “dugout” etc..

quarta-feira, 23 de novembro de 2022

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - NOTÍCIA

 XXVII Taça Brasil de Beisebol Adulto – 2022 (Tabela e Resultados)

Acesse: cbbs.com.br

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Seleção Brasileira no Panamericano de Softbol Feminino Adulto – 2022

by: 

Acesse: cbbs.com.br

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“TOUCH” (TOQUE) – Tocar um jogador (ou árbitro) significa ter contato com qualquer parte do seu corpo, ou com qualquer parte do uniforme ou equipamento usado por ele, mas não com joia (por exemplo: colares, braceletes, etc.) usada por ele.

Comentário – (“Touch”): Considera-se que o equipamento está sendo usado por um jogador ou árbitro se ele está em contato com o lugar a que se destina.

ANTES DE INICIAR O JOGO

ESCALAÇÕES DAS EQUIPES

O árbitro de “home” deve conferir as escalações das equipes. Erros óbvios percebidos antes da ordem “Play Ball” devem ser levados ao conhecimento do técnico ou capitão da equipe em falta, para que a correção possa ser feita antes de começar o jogo. O árbitro deve perguntar aos técnicos se vai haver alterações e explicar-lhes que não será permitida qualquer mudança depois que cada técnico receber a cópia da escalação da equipe oponente. Qualquer alteração feita depois será considerada uma substituição; não é necessário que tenha havido um arremesso.

terça-feira, 22 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“THROW” (LANÇAMENTO) é o ato de impulsionar a bola com a mão e braço em direção a um determinado ponto. Deve ser distinguido, sempre, do arremesso.

“TIE GAME” (JOGO EMPATADO) é um jogo regulamentar que é declarado encerrado quando cada equipe tem o mesmo número de pontos.

“TIME” (TEMPO) é a manifestação de um árbitro anunciando uma paralisação legal da partida, durante a qual a bola permanece morta.

ANTES DE INICIAR O JOGO

PROCEDIMENTOS

(1) Estar no campo 20 a 30 minutos antes da hora marcada para o início do jogo.

(2) Inspecionar as instalações do campo e, se necessário, estabelecer um Regulamento de ampo.

(3) Conferir as medidas do campo (normalmente essa tarefa está confiada aos responsáveis pela preparação do campo). Como proceder se encontrar alguma irregularidade.

(4) Verificar se as bolas estão esfregadas e com o lustro removido corretamente.

(5) Combinar as senhas que serão utilizadas.

(6) Posicionar-se na frente do “backstop” cinco minutos antes do horário previsto  para o início do jogo. Chamar as equipes, entregar as escalações, explicar o Regulamento de Campo, determinar qual equipe vai atacar primeiro.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Panamericano de Beisebol Sub10 – 2022 (Tabela e Resultados)

segunda-feira, 21 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“SUSPENDED GAME” (JOGO SUSPENSO) é um jogo interrompido que deve ser completado em uma data futura.

 “TAG” (TOQUE) é o ato de um defensor tocar uma base com o corpo enquanto mantém a bola firmemente segura na mão ou luva; ou tocar um corredor com a bola, ou com a mão ou luva que está segurando a bola, enquanto mantém a bola firmemente segura na mão ou luva. Não é um “tag”, entretanto, se, simultaneamente ou logo após tocar a base ou um corredor, o defensor derruba a bola. Para o “tag” ser válido, o defensor deve segurar a bola por um tempo suficiente para provar que teve controle absoluto dela. Se o defensor que efetuou um “tag” derrubar a bola no momento em que está fazendo um lançamento após tocar uma base ou um corredor, decidir-se-á que o lance foi legal. Para os propósitos desta definição, qualquer joia que um jogador está usando (por exemplo: colares, braceletes, etc.) não deve ser considerada uma parte do corpo do jogador.

BEISEBOL

EVITAR PROBLEMAS

Estar preparado e errar o menos possível.

BOM SENSO

Ajuda na aplicação de regras e na tomada de decisões.

CONTROLE EMOCIONAL

Para suportar pressões. Precisam, antes de tudo, ter muita paciência com as reclamações de jogadores, técnicos e “coaches”, que não serão poucas e, muitas vezes, descabidas e injustas; com as manifestações desagradáveis de torcedores, pais de jogadores, dirigentes de clubes etc. etc.; que não economizarão palavras de baixo calão para criticar, xingar e ofender; e sem razão na maioria das vezes. Ter paciência não significa ser condescendente. A autoridade dos árbitros dentro do campo deve ser exercida plenamente; atos de indisciplina e violência devem ser coibidos com veemência, e os infratores, punidos com rigor. Por outro lado, devem tomar cuidado para não fazerem uso abusivo de seus poderes.

domingo, 20 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“STRIKE ZONE” (ZONA DE “STRIKE”) é aquela área sobre o “home plate”, cujo limite superior é uma linha horizontal no ponto médio entre o topo dos ombros e o topo da calça do uniforme, e o limite inferior é uma linha na parte mais baixa da rótula do joelho. A zona de “strike” deve ser determinada de acordo com a postura habitual do batedor quando ele se prepara para rebater uma bola arremessada. (Vide diagrama da ZONA DE “STRIKE” no Anexo 5.)

NOTA: O árbitro de “home” não deve ser enganado pelo batedor que, com o intuito de diminuir a zona de “strike”, adota uma postura diferente da habitual no “batter’s box” enquanto aguarda o arremesso.


BEISEBOL

MOVIMENTAÇÃO PARA OBSERVAR AS JOGADAS

Treinamento prático no campo.

MECÂNICA DE COBERTURA DE BASES

Treinamento prático no campo.

GESTOS E VOZ

Treinamento prático no campo (gestos e voz em lances fáceis e em lances apertados).

DESENVOLVIMENTO TÉCNICO

Depende do esforço de cada um. Praticar sempre, aproveitando todas as oportunidades (jogos amistosos, torneios, treinamentos das equipes do clube).

sábado, 19 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“STRIKE” (ARREMESSO BOM) é um arremesso legal que é assim declarado pelo árbitro quando:

(a) O batedor tenta rebatê-lo, girando o “bat” ou por meio de “bunt”, mas erra (o “bat” não toca a bola).

(b) O batedor não tenta rebatê-lo, e qualquer parte da bola passa, em voo, através de alguma parte da zona de “strike”.

(c) Com menos de dois “strikes”, a bola rebatida resulta em “foul”.

(d) Uma tentativa de “bunt” resulta em “foul”.

NOTA: Após contados dois “strikes”, rebatidas “foul” subsequentes não são levadas em consideração. Num “bunt”, porém, uma bola “foul” depois de dois “strikes” é contada normalmente como “strike”, e o batedor é eliminado, automaticamente, por três “strikes” (“strike out”).  Entretanto, se esse “bunt” resulta em “fly” e um defensor apanha a bola legalmente, o árbitro deve declarar um “fly out” (eliminação por “fly”).

(e) O batedor tenta rebatê-lo, girando o “bat” ou por meio de “bunt”, e a bola toca o seu corpo ou a sua roupa. 

(f) A bola em voo toca o batedor, na zona de “strike”.

(g) Resulta em “foul tip”.

BEISEBOL

ÁRBITROS

POSICIONAMENTO E POSTURA

(1) Na reunião pré-jogo: Atrás do “catcher’s box”. Em jogos internacionais é diferente.

(2) Antes do início do jogo e nos intervalos entre “innings”: Árbitro de “home”: perto da linha de “foul” do lado da 1ª base ou 3ª base, a 6 ou 7 metros do “home plate”, segurando a máscara com a mão esquerda (o lado em que deve ficar é opcional, mas de preferência no lado oposto do “bench” da equipe na ofensiva; procurar posicionar-se longe do “bench” da equipe com a qual está tendo algum problema). Árbitros de base: longe de suas posições (os árbitros da 1ª base e 3ª base devem ficar dentro do campo interno), para evitar conversações e confrontos com “coaches” e jogadores.

(3) Durante o andamento do jogo: Árbitro de “home”: atrás do receptor. Árbitro da 1ª base e 3ª base: 3,00/3,70m atrás do defensor (Manual do Árbitro da NAPBL – Associação Nacional das Ligas Profissionais de Beisebol) ou 2,00/3,00m atrás do defensor, mas nunca a menos de 6,00m da base (Manual de Arbitragem da IBAF – Federação Internacional de Beisebol). Árbitro da 2ª base: no mínimo a 6,00m da base. Os árbitros de base devem +permanecer em pé – quando não há corredor(es) em base-, ou com as mãos sobre os joelhos e as pernas dobradas – quando há corredor em qualquer base.


CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Regulamento – XXVII Taça Brasil Adulto de Beisebol – 2022

by: 

Acesse: cbbs.com.br

sexta-feira, 18 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“RUN” or “SCORE” (CARREIRA ou PONTO) é o ponto anotado por um jogador da ofensiva que, tornando-se um corredor, toca a primeira, segunda e terceira base e o “home base”, nessa ordem.

 “RUN-DOWN” (JOGADA DE PERSEGUIÇÃO) é uma jogada em que a defensiva tenta eliminar um corredor entre bases.

 “RUNNER” (CORREDOR) é um jogador da ofensiva que está avançando na direção de uma base, tocando uma base, ou retornando a uma base.

BEISEBOL

REGRAS OFICIAIS

A quantidade de regras é muito grande, e algumas delas suscitam dúvidas. Por essa razão, os árbitros devem ter, além de boa memória, capacidade de interpretação. Devem estudar sempre.

TÉCNICAS DE ARBITRAGEM

(a) Posicionamento no campo e postura a ser adotada (na reunião pré-jogo, antes do início do jogo e nos intervalos entre “innings”, durante o andamento do jogo).

(b) Movimentação para observar as jogadas.

(c) 1Mecânica de cobertura de bases.

(d) Gestos e voz.

(e) Desenvolvimento técnico.

(f) Evitar problemas.

quinta-feira, 17 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“QUICK RETURN PITCH” (ARREMESSO DE RETORNO RÁPIDO) é um arremesso feito com clara intenção de surpreender um batedor que não está devidamente preparado.

É um arremesso ilegal.

“REGULATION GAME” (JOGO REGULAMENTAR) – Vide Regra 7.01. 

“RETOUCH” (RETOQUE) é o ato de um corredor que retorna a uma base como se exige legalmente.

NOTA: Com referência ao “retouch”, o corredor que está fora de sua base quando uma bola “fly” é apanhada no ar, ou deve retornar à base de origem e ficar em contato com ela, ou deve retocá-la e iniciar a corrida após a bola ser tocada por um defensor. Vide Regras 5.09 (b) (5) e 5.09 (c) (1).

BEISEBOL

ARBITRAGEM

Os lances que surgem enquanto as equipes vão ao ataque e à defesa devem ser apreciados e decididos pelos árbitros.

Para conseguirem decidir as jogadas com maior acerto possível, os árbitros devem  estar preparados. Devem, em primeiro lugar, conhecer as Regras Oficiais de Beisebol. Devem, também, dominar as diversas técnicas de arbitragem, ter bom senso e controle emocional.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

 Circular 54-22: Confirmação de Participação – XXVI Campeonato Brasileiro Pré-Infantil de Beisebol – 2022

by: 

Acesse: cbbs.com.br

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - COMUNICADO

quarta-feira, 16 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“PENALTY” (PENALIDADE) é a aplicação destas regras sobre um ato ilegal.

“PERSON” (CORPO) é qualquer parte do corpo, roupa ou equipamento de um jogador ou de um árbitro.

“PITCH” (ARREMESSO) é uma bola atirada ao batedor pelo arremessador. 

Comentário – (“PITCH”): Todas as outras bolas atiradas de um jogador a outro são lançamento.

“PITCHER” (ARREMESSADOR) é o defensor designado para arremessar a bola ao batedor.

“PITCHER’S PIVOT FOOT” (PÉ DE APOIO DO ARREMESSADOR) é aquele pé que está em contato com o “pitcher’s plate” enquanto o arremessador executa o arremesso.

"PLAY” (ORDEM PARA JOGAR A BOLA) é a ordem do árbitro para iniciar o jogo ou para reiniciá-lo depois que a bola se torna morta.

BEISEBOL

COMO UMA EQUIPE ANOTA PONTO

É anotado um ponto cada vez que um corredor avança legalmente e toca todas as bases (1ª, 2ª. 3ª e “home plate”) antes da terceira eliminação do “inning”.

Não será anotado um ponto se o corredor avançar ao “home plate” durante uma jogada em que a terceira eliminação é feita:

(a) Sobre o batedor-corredor, antes que ele toque a 1ª base.

(b) Sobre qualquer corredor, em jogada forçada. Exemplos: (1) dois eliminados, corredor na 1ª e 3ª base – eliminação forçada na 2ª base; (2) dois eliminados, bases cheias – eliminação forçada na 3ª base.

(c) Sobre um corredor precedente, que é eliminado em jogada de apelação por ter deixado de tocar uma das bases. Exemplo: dois eliminados, corredor na 2ª e 1ª base, rebatida de três bases – o corredor da 2ª base omite a 3ª base e é eliminado em apelação.

terça-feira, 15 de novembro de 2022

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - NOTÍCIA

 Resultado – XXVIII Campeonato Brasileiro de Softbol Feminino Sub15 – 2022

by: 

Acesse: cbbs.com.br

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“OUT” (ELIMINAÇÃO) é uma das três eliminações necessárias para que as equipes se alternem no ataque e na defesa.

“OUTFIELDER” (DEFENSOR DO CAMPO EXTERNO) é um defensor que ocupa uma posição no campo externo, que é a área do campo de jogo mais distante do “home base”.

“OVERSLIDE” or “OVERSLIDING” (ULTRAPASSAR DESLIZANDO) – Ocorre quando um jogador da ofensiva desliza a uma base (exceto quando avança do “home” à primeira base) com tal impulso que perde contato com a base.

BEISEBOL

Beisebol é um jogo entre duas equipes com 9 jogadores cada uma sob a direção de um técnico. As partidas são realizadas num campo fechado, de acordo com as Regras Oficiais de Beisebol e sob a jurisdição de um ou mais árbitros. 

Um jogo normal consiste de 9 “innings” (7 ou 6 “innings”, conforme a categoria). As equipes se alternam no ataque e na defesa durante a partida. Um jogo pode ser paralisado temporariamente  devido a chuva, condições do campo etc. (30 minutos no mínimo); prorrogado devido a um empate no placar (“tie breaker”); abreviado (a equipe local não precisa atuar na ofensiva na 2ª metade do último “inning”, ou precisa atuar somente em parte dela, ou o árbitro dá o jogo por terminado (“called game); suspenso (“suspended game”); anulado (“drawn game”) ou empatado (“tie game”).

Numa partida de beisebol, os jogadores da equipe na ofensiva vão procurar correr as bases e anotar pontos. A equipe na defensiva, por sua vez, vai empenhar-se para tentar evitar que os batedores se convertam em corredores e anotem pontos.

segunda-feira, 14 de novembro de 2022

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL - NOTÍCIA

 Resultado – XLIX Campeonato Brasileiro Pri-Júnior de Beisebol – 2022

Acesse: cbbs.com.br

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“ORDINARY EFFORT” (ESFORÇO NORMAL) é o esforço que um defensor com habilidade média numa posição deve demonstrar numa jogada, levando-se em devida consideração a condição do campo e as condições climáticas.

Comentário – (“ORDINARY EFFORT”): O termo “esforço normal”, mencionado várias vezes nas Regras Oficiais de Anotação [por exemplo, Regras 9.05 (a) (3), 9.05 (a) (4), 9.05 (a) (6), 9.05 (b) (3) (Rebatidas Indefensáveis), 9.08 (b) (Sacrifícios), Comentário – 9.12 (a) (1), 9.12 (d) (2) (Erros), e 9.13 (a), 9.13 (b) (“Wild Pitches” e “Passed Balls”) e nas Regras Oficiais de Beisebol (por exemplo, Definições de Termos, “Infield Fly”) diz respeito a um padrão objetivo com referência a algum defensor específico]. Em outras palavras, mesmo que um defensor faça seu melhor esforço, se ele não conseguir o que um defensor com habilidade média nessa posição teria feito numa situação, o anotador oficial deverá imputar um erro a esse defensor.

SITUAÇÃO DE JOGO 26

CORREDOR NA 3ª BASE, MENOS DE DUAS ELIMINAÇÕES, “FLY” PARA O JARDIM DIREITO, PRÓXIMO À LINHA DE “FOUL” 

1. O árbitro do “home plate” tem de parar para observar a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Em seguida, o árbitro do “home plate” procura assegurar-se de que o árbitro da 1ª base e o árbitro da 3ª base estão se movimentando corretamente. Se o corredor da 3ª base sai legalmente da base e avança em direção ao “home plate”, o árbitro do “home plate” tem de posicionar-se, parar e observar o lance.

2. O árbitro da 1ª base observa a reação do árbitro da 2ª base. Quando o árbitro da 2ª base deixa a bola rebatida por conta do árbitro da 1ª base, este vai decididamente na direção de uma posição que lhe ofereça um bom ângulo para ver o defensor tentando apanhar a bola no ar. O árbitro da 1ª base deve ficar sobre a linha de “foul” (mantendo a linha entre as pernas), porque a decisão “fair”-“foul” será um fator. O árbitro da 1ª base tem de verificar também se a bola passa a cerca do campo externo, em voo ou após tocar o solo. Quando vai atrás da bola, o árbitro da 1ª base não retorna para cobrir alguma jogada no campo interno.

3. O árbitro da 2ª base observa a bola rebatida e anuncia que não vai atrás da bola. Em seguida, movimenta-se em direção à 2ª base. Ele tem de ajustar seus passos à velocidade do batedor-corredor. Se o batedor-corredor tenta conquistar bases extras, o árbitro da 2ª base tem de entrar no quadrilátero e parar perto da 2ª base bem antes da chegadas do batedor-corredor à base e da jogada. Com o árbitro do “home plate” permanecendo no “home”, o árbitro da 1ª base indo atrás da bola e o árbitro da 3ª base posicionado perto da 3ª base, o árbitro da 2ª base é responsável por todas as jogadas sobre o batedor-corredor na 1ª base e 2ª base. Uma vez dentro do quadrilátero, o árbitro da 2ª base tem de determinar onde uma jogada se desenvolverá. O árbitro da 2ª base tem de mover-se, sem precipitação, em direção à 1ª ou 2ª base se achar que uma jogada ocorrerá numa das bases. Se não for possível prever uma jogada, o árbitro da 2ª base permanece onde está e espera a evolução do lance para decidir-se por uma ou outra posição. Lembre-se que, nesta situação (corredor somente na 3ª base, com menos de duas eliminações), a posição inicial do árbitro da 2ª base é a, aproximadamente, 6 metros atrás do interbases. O árbitro da 2ª base tem de ser capaz de cobrir jogadas na 3ª base, quando necessário.

4. O árbitro da 3ª base observa a reação do árbitro da 2ª base e dá alguns passos em direção à 3ª base. Se o corredor da 3ª base está posicionado para “tag-up”, o árbitro da 3ª base tem a responsabilidade de olhar a saída da base. Se o batedor-corredor avança além da 2ª base, o árbitro da 3ª base tem de posicionar-se para a jogada na 3ª base, parar e observar o lance. Em todas as outras situações, o árbitro da 3ª base pode, em princípio, ficar descontraído.

domingo, 13 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

 “MANAGER” (TÉCNICO) é uma pessoa designada pelo clube para ser o responsável pelas ações da equipe no campo, e para representar a equipe nas comunicações com os árbitros e com a equipe adversária. Um jogador pode ser designado para exercer as funções do técnico.

“OBSTRUCTION” (OBSTRUÇÃO) é o ato de um defensor que, sem estar de posse da bola e sem estar em ação para apanhar a bola, impede o avanço de um corredor.

“OFFENSE” (OFENSIVA) é a equipe, ou qualquer jogador da equipe, que está atuando na ofensiva.

“OFFICIAL SCORER” (ANOTADOR OFICIAL):

a) Deve registrar os dados de cada jogo, conforme está estabelecido nas Regras de Anotação.

b) Deve ter autoridade exclusiva para tomar todas as decisões que envolvam julgamento. Por exemplo, é responsabilidade do anotador determinar se o avanço de um batedor à 1ª base foi em decorrência de um "hit" (rebatida indefensável) ou de um erro. Entretanto, um anotador não deve tomar uma decisão que conflite com as Regras de Jogo Oficiais ou com uma decisão do árbitro.

SITUAÇÃO DE JOGO 25

CORREDOR NA 3ª BASE, DOIS ELIMINADOS, “FLY” PARA O JARDIM ESQUERDO, PRÓXIMO À LINHA DE “FOUL” 

1. O árbitro do “home plate” tem de parar para observar a bola rebatida e a reação do árbitro da 3ª base. Em seguida, o árbitro do “home plate” procura assegurar-se de que o árbitro da 2ª base e o árbitro da 1ª base estão se movimentando corretamente. Se achar que a bola rebatida vai resultar numa jogada normal, o árbitro do “home plate” (1) pode permanecer perto do “home plate” e, em princípio, ficar descontraído. Sua única responsabilidade é observar o corredor da 3ª base tocar o “home plate” em caso de a bola não ser apanhada no ar. Se lhe parecer que a bola rebatida vai ser um “hit” de mais de uma base, o árbitro do “home plate” (2) tem de começar a se movimentar em direção à 3ª base, e seus passos serão regulados de acordo com a ação do batedor-corredor. Enquanto dá alguns passos em direção à 3ª base, o árbitro do “home plate” observa o corredor da 3ª base tocar o “home plate”. O árbitro do “home plate” tem de estar a cerca de 10 metros da 3ª base bem antes do batedor-corredor. Se o batedor-corredor avança em direção à 3ª base, o árbitro do “home plate” observa a jogada em andamento. Quando o corredor e a bola se aproximam da base, o árbitro do “home plate” dá alguns passos à frente e para para apreciar o lance. Se a jogada na 3ª base falha e o batedor-corredor avança em direção ao “home”, o árbitro da 1ª base já deve estar posicionado para cobrir a jogada no “home plate”.

2. O árbitro da 1ª base observa a reação do árbitro da 3ª base. Quando o árbitro da 3ª base vai atrás da bola, o árbitro da 1ª Base (1) caminha em direção à 1ª base e permanece em território “foul” para observar o batedor-corredor tocar a base. Se o batedor-corredor avança à 2ª base e, após ultrapassá-la, continua a corrida, o árbitro da 1ª base (2) vai ao “home” caso o batedor-corredor tente anotar ponto.

3. O árbitro da 2ª base observa a bola rebatida e anuncia que não vai atrás da bola. Em seguida, movimenta-se em direção à 2ª base. Ele tem de ajustar seus passos à velocidade do batedor-corredor. Se o batedor-corredor tenta conquistar bases extras, o árbitro da 2ª base tem de entrar no quadrilátero e parar perto da 2ª base bem antes da chegada do batedor-corredor à base e da jogada. Lembre-se que (1) é a posição inicial quando o batedor é destro, e (2) quando o batedor é canhoto.

4. O árbitro da 3ª base observa a reação do árbitro da 2ª base. Quando o árbitro da 2ª base deixa a bola rebatida por conta do árbitro da 3ª base, este vai decididamente na direção de uma posição que lhe ofereça um bom ângulo para ver o defensor tentando apanhar a bola no ar; o árbitro da 3ª base deve ficar sobre a linha de “foul” (mantendo a linha entre as pernas), porque a decisão “fair”-“foul” será um fator. O árbitro da 3ª base tem de verificar também se a bola passa a cerca do campo externo, em voo ou após tocar o solo. Quando vai atrás da bola, o árbitro da 3ª base não retorna para cobrir alguma jogada no campo interno.

sábado, 12 de novembro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“LEAGUE” (LIGA) é um grupo de clubes cujas equipes jogam entre si seguindo uma programação preestabelecida, de acordo com estas regras, para o Campeonato da Liga.

“LEGAL” or “LEGALLY” (LEGAL ou LEGALMENTE) é o que está de acordo com as regras.

“LINE DRIVE” (BOLA REBATIDA QUE VAI EM LINHA RETA) é uma bola rebatida que vai em linha reta, com força, do “bat” a um defensor, sem tocar o solo.

“LIVE BALL” (BOLA VIVA) é uma bola que está em jogo.

SITUAÇÃO DE JOGO 24

CORREDOR NA 3ª BASE, MENOS DE DUAS ELIMINAÇÕES, “FLY” PARA O JARDIM CENTRAL 

1. O árbitro do “home plate” tem de parar para observar a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Em seguida, o árbitro do “home plate” procura assegurar-se de que o árbitro da 1ª base ne o árbitro da 3ª nbase estão se movimentando corretamente. Se o corredor da 3ª base sai legalmente da base e avança em direção ao “home plate”, o árbitro do “home nplate” tem de posicionar-se, parar e observar o lance.

2. O árbitro da 1ª base observa a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Quando o árbitro da 2ª base vai atrás da bola, o árbitro da 1ª base tem de pivotar, ver o batedor-corredor tocar a 1ª base e ir decididamente em direção à 2ª base para cobrir possíveis jogadas naquela base. Com o árbitro do “home plate” permanecendo no “home”, o árbitro da 2ª base indo atrás da bola e o árbitro da 3ª base posicionado perto da 3ª base, o árbitro da 1ª base é responsável por todas as jogadas sobre o batedor-corredor na 1ª base e 2ª base. Uma vez dentro do quadrilátero, o árbitro da 1ª base tem de determinar onde uma jogada se desenvolverá. O árbitro da 1ª base tem de mover-se, sem precipitação, em direção à 1ª ou 2ª base se achar que uma jogada ocorrerá numa das bases. Se não for possível prever uma jogada, o árbitro da 1ª base permanece onde está e espera a evolução do lance para decidir-se por uma ou outra posição.

3. O árbitro da 2ª base observa a bola rebatida e anuncia que está indo atrás da bola. Em seguida, vai decididamente na direção de uma posição que lhe ofereça um bom ângulo para ver o defensor tentando apanhar a bola no ar, ou verificar se a bola passa a cerca do campo externo, em voo ou após tocar o solo. Quando vai atrás da bola, o árbitro da 2ª base não retorna para cobrir alguma jogada no campo interno. Lembre-se que, nesta situação (corredor somente na 3ª base, com menos de duas eliminações), a posição inicial do árbitro da 2ª base é a, aproximadamente, seis metros atrás do interbases. O árbitro da 2ª base tem de ser capaz de cobrir jogadas na 3ª base, quando necessário.

4. O árbitro da 3ª base observa a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Quando o árbitro da 2ª base vai atrás da bola, o árbitro da 3ª base dá alguns passos em direção à 3ª base. Se o corredor da 3ª base está posicionado para “tag-up”, o árbitro da 3ª base tem a responsabilidade de olhar a saída da base. Em todas as outras situações, o árbitro da 3ª base pode, em princípio, ficar descontraído.

sexta-feira, 11 de novembro de 2022

SITUAÇÃO DE JOGO 23

CORREDOR NA 3ª BASE, DOIS ELIMINADOS,“FLY” PARA O FUNDO DO JARDIM CENTRAL  

1. O árbitro do “home plate” tem de parar para observar a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Em seguida, o árbitro do “home plate” procura assegurar-se de que o árbitro da 1ª base e o árbitro da 3ª base estão se movimentando corretamente. Se achar que a bola rebatida vai resultar numa jogada normal, o árbitro do “home plate” (1) pode permanecer perto do “home plate” e, em princípio, ficar descontraído. Sua única responsabilidade é observar o corredor da 3ª base tocar o “home plate” em caso de a bola não ser apanhada no ar. Se lhe parecer que a bola rebatida  vai ser um “hit” de mais de uma base, o árbitro do “home plate” (2) tem de começar a se movimentar em direção à 3ª base, e seus passos serão regulados de acordo com a ação do batedor-corredor. Enquanto dá alguns passos em direção à 3ª base, o árbitro do “home plate” observa o corredor da 3ª base tocar o “home plate”. O árbitro do “home plate” tem de estar a cerca de 10 metros da 3ª base bem antes do batedor-corredor. Se o batedor-corredor avança em direção à 3ª base, o árbitro do “home plate” observa a jogada em andamento. Quando o corredor e a bola se aproximam da base, o árbitro do “home plate” dá alguns passos à frente e para para apreciar o lance. Se a jogada na 3ª base falha e o batedor-corredor avança em direção ao “home”, o árbitro da 1ª base já deve estar posicionado para cobrir a jogada no “home nplate”.

2. O árbitro da 1ª base observa a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Quando o árbitro da 2ª base vai atrás da bola, o árbitro da 1ª base caminha em direção à 1ª base e permanece em território “foul” para observar o batedor-corredor tocar a base. Se o batedor-corredor avança à 2ª base e, após ultrapassá-la, continua a corrida, o árbitro da 1ª base vai ao “home” caso o batedor-corredor tente anotar ponto.

3. O árbitro da 2ª base observa a bola rebatida e anuncia que está indo atrás da bola. Em seguida, vai decididamente na direção de uma posição que lhe ofereça um bom ângulo para ver o defensor tentando apanhar a bola no ar; ou verificar se a bola passa a cerca do campo externo, em voo ou após tocar o solo. Quando vai atrás da bola, o árbitro da 2ª base não retorna para cobrir alguma jogada no campo interno. Lembre-se que (1) é a posição inicial quando o batedor é destro, e (2), quando o batedor é canhoto.

4. O árbitro da 3ª base observa a bola rebatida e a reação do árbitro da 2ª base. Quando o árbitro da 2ª base vai atrás da bola, o árbitro da 3ª base parte em direção à 2ª base. Ele tem de estar perto da 2ª base bem antes de o batedor-corredor chegar lá, pois seu movimento é baseado na velocidade do batedor-corredor. Quando o batedor-corredor avança em direção à 2ª base, o árbitro da 3ª base para perto da base para observar a jogada. Se o batedor-corredor avança para a 2ª base, e depois, por alguma razão, decide retornar à 1ª base, o árbitro da 1ª base já deve estar posicionado para apreciar a jogada na 1ª base.