quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

LANÇAMENTOS DESNECESSÁRIOS

O arremessador, que estava na “Set Position”, efetuou vários lançamentos ao defensor da 1ª base em situações que não havia qualquer possibilidade de eliminar  o corredor,  inclusive quando este se encontrava sobre a “almofada”.  Apesar de ter sido advertido várias vezes pelo árbitro, continuou fazendo lançamentos desnecessários ao seu companheiro. Há alguma penalidade?  

Sim. O arremessador não deve retardar, intencionalmente, o jogo lançando a bola a outros jogadores, em vez de arremessá-la ao receptor, quando o batedor está posicionado no “batter’s box”, exceto numa tentativa de eliminar um corredor. (Desde que seja para tentar eliminar um corredor, o arremessador pode lançar a uma base ocupada quantas vezes desejar.) Primeiramente, o árbitro deve avisá-lo de que tal procedimento deve cessar. Se, depois da advertência do árbitro, tal ação retardante se repetir, o arremessador será removido do jogo.  [Regra 8.02 (c)] (No beisebol amador do Japão, a penalidade de expulsão não é aplicada; em vez disso, é declarado um “BALL”.)

No caso apresentado acima, o árbitro deveria ter expulsado o arremessador e declarado um “balk”. Comentário – Regra 8.05 (h): A Regra 8.05 (h) não deve ser aplicada quando é feita uma advertência de acordo com a Regra 8.02 (c) (que proíbe o retardamento intencional de um jogo lançando a bola a outros defensores, sem estar tentando eliminar um corredor). Se um arremessador é expulso de acordo com a Regra 8.02 (c) por continuar retardando o jogo, deve ser aplicada também a Regra 8.05 (h).  

Sem comentários:

Enviar um comentário