sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

ARREMESSADOR INGÊNUO

Algumas vezes um técnico tem necessidade de fazer uma substituição rápida de arremessador, e o arremessador substituto não tem tempo suficiente para se preparar adequadamente. Foi o que ocorreu quando o técnico Charlie Dressen do Dodgers enviou, apressadamente, o arremessador substituto Clyde King para o montículo (“mound”), num jogo no Ebbest Field. Após efetuar os arremessos de aquecimento, King, simplesmente, não estava preparado para arremessar.
 
Percebendo isso, o interbases (“shortstop”) Pee Wee Reese, capitão da equipe, recorreu a uma artimanha. Pediu “Time” e disse aos árbitros que tinha entrado poeira em seu olho. Em seguida, foi na direção do defensor da 3ª base, Billy Cox, que o ajudou a aplicar o truque.
 
Esperava-se que, enquanto isso, King tirasse vantagem do estratagema utilizado por Reese, fazendo arremessos preparatórios adicionais. Entretanto, preocupado com o “problema” do capitão da equipe, ele interrompeu os arremessos de aquecimento, deixou o montículo e caminhou na direção da 3ª base para ver se Cox estava tendo sucesso na remoção da poeira do olho de Reese.

Fonte: BIG LEAGUE Baseball PUZZLERS, de Dom Forker

Sem comentários:

Enviar um comentário