quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

CRITÉRIO PARA CONCESSÃO DE BASES QUANDO NUM LANÇAMENTO DESCONTROLADO A BOLA SAI DO CAMPO DE JOGO

No momento em que um lançamento descontrolado sai do campo de jogo, a bola fica morta. A concessão de bases, porém, não é feita a partir das bases que os corredores ocupavam no momento em que a bola saiu do campo de jogo.

Quando o lançamento descontrolado é a primeira jogada de um defensor do campo interno (primeiro lançamento após apanhar a bola), a concessão de duas bases deve ser feita a partir de onde os corredores estavam no momento do arremesso; em todos os outros casos, a partir da posição dos corredores no momento em que o a bola lançada deixou realmente a mão do defensor. 

[Regra 7.05 (g)]

Se todos os corredores, inclusive o batedor-corredor, tiverem avançado pelo menos uma base quando um defensor do campo interno faz um lançamento descontrolado na primeira jogada depois do arremesso, a concessão será feita com base na posição dos corredores no momento em que o lançamento descontrolado foi efetuado.

[Regra 7.05 (g) – REGRA APROVADA]

Entretanto, se o defensor manda a bola para fora do campo após apanhar um “fly”, a concessão de duas bases deve ser feita a partir das bases que os corredores ocupavam no momento do arremesso. E se nesse caso um corredor que deixara a base antecipadamente (antes de a bola “fly” ser apanhada) chega à base seguinte, é permitido que ele retorne para retocá-la enquanto a bola está morta. Caso, porém, ele deixe de fazer “retouch”, será eliminado se houver apelação após o reinício do jogo.

[Comentário – Regra 7.05 (i)]

Fonte: Manual editado pela Associação de Beisebol Nanshiki do Japão

Sem comentários:

Enviar um comentário