domingo, 23 de novembro de 2014

'MALANDRAGEM' DO DEFENSOR ENGANA O ÁRBITRO

Corredor na 1ª base. Rebatida forte ao espaço entre o defensor da 3ª base e o interbases.  O jardineiro esquerdo efetuou a defesa e, ao tentar eliminar o corredor na 3ª base, fez um mau lançamento. O arremessador apanhou a bola nas proximidades da linha de “foul” da 3ª base e despachou-a rapidamente à 1ª base. O defensor da 1ª base recebeu a bola, deu ‘tatti’* na perna do batedor-corredor –este já havia retornado à 1ª base após dar alguns passos em direção à 2ª base– e, em seguida, puxou-o para fora da ‘almofada’; o árbitro declarou-o eliminado.  O jogador e o “base coach” reclamaram, mas a decisão “out” foi mantida.


Se a moda pega ...

*‘TATTI’ vem de “TOUCH” (tâtch), que quer dizer toque, contato etc. Dar ‘TATTI’, como costumamos dizer, é tocar o corredor (ou batedor-corredor) com a bola firmemente segura na mão ou luva.

Sem comentários:

Enviar um comentário