quinta-feira, 2 de maio de 2013

JOGADA RESULTANTE DA AÇÃO DE UM BATEDOR FORA DE ORDEM

No beisebol, quando um batedor fora de ordem é descoberto depois de completar a sua vez de bater, e antes do primeiro arremesso ao batedor seguinte de qualquer das equipes, ou antes de qualquer jogada ou tentativa de jogada, o árbitro deve (1) eliminar o batedor correto e (2) anular qualquer avanço ou ponto anotado em consequência de uma rebatida do batedor incorreto, ou por causa do avanço deste à 1ª base através de uma rebatida indefensável, um erro, um “ball four” (quatro “balls”), um “hit batter” (por ter sido atingido por um arremesso), ou de outra maneira. Por exemplo: O batedor incorreto rebate a bola arremessada e provoca uma jogada dupla. Se a equipe na defensiva apelar antes do primeiro arremesso ao batedor seguinte, ou antes de qualquer jogada ou tentativa de jogada, essa jogada será anulada. O próximo batedor será o jogador cujo nome vem em seguida ao do batedor declarado “out” por não ter batido no seu turno.

[Regras: 6.07 (b) – vide NOTA 2, 6.07 (d) (1)]

No softbol também o batedor correto é eliminado quando um batedor fora de ordem é descoberto depois de completar a sua vez de bater, e antes de ser efetuado um arremesso, legal ou ilegal, a outro batedor. Os avanços de corredores ou os pontos anotados em razão da ação do batedor incorreto devem ser anulados. Qualquer eliminação que é feita antes de descobrir a infração é válida. O próximo batedor será o jogador cujo nome vem em seguida ao do batedor declarado “out” por não ter batido no seu turno. Por exemplo: O batedor fora de ordem rebate a bola arremessada e provoca uma jogada dupla. Se a equipe na defensiva apelar antes de ser efetuado um arremesso, legal ou ilegal, a outro batedor, o batedor que deixou de bater na sua vez será eliminado, mas a jogada dupla será válida.

[Regra 7 – EFEITO – Seção 2c-d /2 (a) (b) (c)]

Sem comentários:

Enviar um comentário