sábado, 10 de março de 2012

“FOUL TIP”

A bola arremessada triscou o “bat” e

(1) foi diretamente às mãos do receptor;

(2) após tocar a luva/mão do receptor, bateu no seu corpo, máscara ou protetor; 

(3) sem ter contato com a luva/mão do receptor, bateu no seu corpo, máscara ou protetor.

Nos três casos o receptor apanhou a bola antes de ela tocar o solo.

Nos casos (1) e (2) é um “foul tip”. Conta-se um “strike”, e se for o terceiro “strike” o batedor será eliminado.  A bola permanece em jogo. No caso (3) é um “foul ball”. Conta-se um “strike” somente quando o “ball count” (contagem de bolas) sobre o batedor é menos de dois “strikes”. A bola torna-se morta.

Nos casos (1) e (2), se a bola não tivesse sido agarrada seria um “foul ball”.

Deve-se aplicar esta regra tanto no beisebol como no softbol. Há, entretanto, um pequeno detalhe que deve ser lembrado. No softbol, a regra diz que, para ser considerada um “foul tip”, a bola não pode subir além da cabeça do batedor. No beisebol, a regra nada diz a respeito.

[Beisebol – Regra: 2.00 “FOUL TIP”, Comentário – Regra 6.05 (b)]

(Softbol - Regras: 1 – Seção 39, 7 – Seção 4c, 7 - EFEITO – Seção 4c)

Sem comentários:

Enviar um comentário