sexta-feira, 31 de maio de 2019

ARREMESSADOR AMBIDESTRO

Quando foi anunciada a entrada de um batedor de emergência (destro), o arremessador (ambidestro), que estava sobre o “pitcher’s plate” com a luva na mão direita após enfrentar um batedor canhoto, passou a luva para a mão esquerda e se preparou para arremessar com a direita. O árbitro de “home” deve permitir isso?
Sim, porque o arremessador procedeu corretamente, ou seja, indicou de forma clara ao árbitro principal, ao batedor e aos corredores a mão com a qual pretende arremessar.
Regra 5.07 (f): Um arremessador tem de indicar de forma clara ao árbitro principal, ao batedor e aos corredores a mão com a qual pretende arremessar, o que pode ser feito usando sua luva na outra mão enquanto está tocando o “pitcher’s plate”. Não é permitido que o arremessador efetue arremessos com a outra mão até que: (a) o batedor seja eliminado ou se torne um corredor; (b) o “inning” termine; (c) o batedor seja substituído por um “pinch-hitter”; (d) o arremessador se machuque. Se o arremessador muda a mão para efetuar arremessos enquanto o mesmo batedor está no “batter's box”, em razão de um ferimento, ele não pode voltar a arremessar com a outra mão pelo resto do jogo. Depois que muda a mão para arremessar, o arremessador não deve ser autorizado a fazer arremessos preparatórios. A mudança de mãos para efetuar arremessos tem de ser indicada claramente ao árbitro principal.

Sem comentários:

Enviar um comentário