segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

SUBSTITUIÇÃO DE ARREMESSADOR

Um “out”, corredor na 3ª base. O técnico da equipe na defensiva substituiu o arremessador. Feitos os arremessos de aquecimento, e após a ordem “PLAY” dada pelo árbitro de “home”, o novo arremessador lançou a bola ao defensor da 3ª base. Este, tocando o corredor, que estava fora da base, eliminou-o. Logo após esse lance, foi solicitado o retorno do arremessador anterior, e o árbitro de “home” permitiu essa alteração. O técnico da equipe na ofensiva reclamou. Mesmo assim, o árbitro manteve a sua decisão, alegando que o retorno era legal porque o substituto já havia feito uma jogada na 3ª base. Você concorda com isso?

Não. De acordo com a Regra 3.05 (b), o arremessador substituto deve arremessar ao batedor de turno ou a quem venha a substituí-lo até que ele seja eliminado ou alcance a 1ª base, ou até que a equipe adversária sofra a terceira eliminação, a menos que se machuque ou adoeça de tal forma que o árbitro de “home” o julgue incapacitado para continuar arremessando.

Sem comentários:

Enviar um comentário