terça-feira, 11 de abril de 2017

CASOS QUE ACONTECERAM NO XV CAMPEONATO BRASILEIRO DE BEISEBOL INTERCLUBE – CATEGORIA: 35 ANOS – REALIZADO NOS DIAS 08 E 09/04/2017 NO ESTÁDIO MIE NISHI

1) Não havia corredor(es) em base. Arremessador na Posição “Set” efetuou um arremesso sem dar uma parada completa após juntar as mãos à frente do corpo. Uma pessoa que estava assistindo ao jogo achou que o árbitro deveria ter declarado um Arremesso Ilegal e contado um “BALL”.

Vejamos o que diz a regra.

Comentário – Regra 8.01 (b): Sem corredor(es) em base, o arremessador não precisa ficar completamente parado quando está adotando a Posição “Set”. Se, contudo, na opinião do árbitro, um arremessador joga a bola com clara intenção de surpreender o batedor, tal arremesso deve ser considerado um arremesso apressado (“quick pitch”), para o qual a penalidade é m “BALL”. Vide Regra 8.05 (e).

2) Arremessador na Posição “Set” efetuou vários lançamentos à 1ª base (“pick-off play”), sem dar passo em direção à base, ou seja, mudando a direção do pé livre, ou girando sobre o pé livre . Os árbitros não aplicaram a Regra 8.05 (c).

Comentário – Regra 8.05 (c): Enquanto está em contato com o “pitcher’s plate”, o arremessador deve dar um passo diretamente em direção a uma base antes de lançar a essa base. Se um arremessador muda a direção do pé livre ou gira sobre esse pé, sem realmente dar um passo, ou vira o seu corpo e lança antes de dar o passo, o árbitro deve declarar um “BALK”.

Sem comentários:

Enviar um comentário