domingo, 7 de fevereiro de 2021

“BAT” ALTERADO OU MANIPULADO ILEGALMENTE

Regra 6.03 (a) (5): Um batedor é eliminado por ação ilegal quando usa ou tenta usar um “bat” que, na opinião do árbitro, tenha sido alterado ou manipulado ilegalmente com o propósito de melhorar o fator distância ou causar uma reação anormal na bola. Isso inclui “bats” que tenham sido recheados, de superfície plana, pregados, tornados ocos, com ranhuras, ou cobertos com uma substância, como parafina, cera etc.

Não será permitido nenhum avanço nas bases [exceto avanços que não são ocasionados pelo uso de “bat” ilega, tais como “stolen base” (base roubada), “balk”, “wild pitch” (arremesso descontrolado), “passed ball” (arremesso defensável que passa para trás do receptor)], e qualquer eliminação feita durante uma jogada deve ser mantida. Além de ser declarado eliminado, o jogador deve ser expulso do jogo e pode estar sujeito a penalidades adicionais determinadas pelo Presidente da Liga.

Esta Regra foi introduzida em 1975. Até então, se o batedor rebatesse uma bola arremessada, usando um “bat” alterado ou manipulado ilegalmente, a rebatida era considerada válida, e o “bat” era simplesmente retirado do jogo; entretanto, o batedor estava sujeito a outras penalidades se repetisse tal ato ilegal, ou fosse flagrado utilizando um “bat” ilegal. Se houvesse reclamação sobre um “bat”, o árbitro permitiria seu uso, ou deveria retirá-lo do jogo se constatasse alguma ilegalidade.

Fonte: The Rules of Baseball, de David Nemec

Sem comentários:

Enviar um comentário