segunda-feira, 30 de setembro de 2019

BATEDOR EXPULSO POR TER USADO “BAT” ALTERADO

Fly” para o campo interno; o interbases apanhou a bola no ar. O “bat” quebrou quando teve contato com a bola e um pedaço caiu em território “fair”. O árbitro de “home” apanhou esse pedaço e, ao examiná-lo, constatou que o “bat” havia sido alterado (recheado com cortiça). O batedor foi expulso do jogo.

Para visualizar clique aqui.

Um batedor é eliminado por ação ilegal quando usa ou tenta usar um “bat” que, na opinião do árbitro, tenha sido alterado ou manipulado ilegalmente com o propósito de melhorar o fator distância ou causar uma reação anormal na bola. Isso inclui “bats” que tenham sido recheados, de superfície plana, pregados, tornados ocos, com ranhuras, ou cobertos com uma substância, como parafina, cera etc.

Não será permitido nenhum avanço nas bases [exceto avanços que não são ocasionados pelo uso de “bat” ilega, tais como “stolen base” (base roubada), “balk”, “wild pitch” (arremesso descontrolado), “passed ball” (arremesso defensável que passa para trás do receptor)], e qualquer eliminação feita durante uma jogada deve ser mantida. Além de ser declarado eliminado, o jogador deve ser expulso do jogo e pode estar sujeito a penalidades adicionais determinadas pelo Presidente da Liga.

Um batedor será julgado como se tivesse usado ou tentado usar um “bat” alterado ou manipulado ilegalmente se ele levar tal “bat” para dentro do “batter’s box”.

[Regra 6.03 (a) (5), Comentário – Regra 6.03 (a) (5)]

Sem comentários:

Enviar um comentário