segunda-feira, 21 de novembro de 2016

CASOS QUE ACONTECERAM NO XIII CAMPEONATO BRASILEIRO DE BEISEBOL INTERSELEÇÃO – 70 ANOS (SETENTÃO), REALIZADO NOS DIAS 19 e 20/11/2016 NO ESTÁDIO MIE NISHI

1) A bola rebatida tocou o solo atrás do “home plate” e pulou pra frente. O receptor apanhou-a dentro do território “fair” e tocou o batedor, que permaneceu dentro do “batter’s box” achando que seria declarado um “foul ball”; o árbitro declarou-o “out”.  O técnico da equipe na ofensiva reclamou, mas a decisão –correta– foi mantida. 

[Regras: 2.00 “FAIR BALL”, 6.05 (j)]

2) Corredor na 2ª base. O batedor foi mandado à 1ª base por ter sido atingido pelo arremesso (“hit by pitch”). A bola desviou para trás. O receptor apanhou-a e, como o corredor havia dado alguns passos em direção à 3ª base, lançou à 2ª base. Teve início um “run-down play”. O corredor levou toque do defensor da 3ª base quando tentava avançar; foi declarado “out”. Após reclamação do técnico da equipe na ofensiva, a decisão equivocada foi corrigida (o corredor retornou à 2ª base).

Regra 5.09 (a): A bola torna-se morta e os corredores retornam às suas bases, sem o risco de serem eliminados, quando uma bola arremessada toca um batedor, ou a sua roupa, enquanto ele está posicionado legalmente no "batter's box".

3) Rebatida “ground” na direção do interbases. Este efetuou a defesa e fez um lançamento perfeito à 1ª base. O defensor da 1ª base recebeu a bola, mas deixou-a escapar da luva. Enquanto ele tentava agarrá-la firmemente, o batedor-corredor pisou a base e foi declarado “SAFE”. 

Decisão correta. 

[Regra 6.05 (j) – NOTA]

Sem comentários:

Enviar um comentário