quarta-feira, 6 de julho de 2016

OBSTRUÇÃO

Aconteceu no jogo final do XIV Campeonato Paulista de Beisebol Adulto 2016, realizado no dia 03/07/2016 no estádio Mie Nishi (Bom Retiro. Corredor na 2ª base. “Base Hit” (rebatida indefensável) ao jardim esquerdo. O corredor da 2ª base anotou ponto; o batedor-corredor tentou alcançar a 3ª base, mas foi tocado pelo defensor da 3ª base, que recebera a bola devolvida pelo jardineiro esquerdo. Ocorre que, nas proximidades da 2ª base, houve colisão entre o batedor-corredor e o defensor da 2ª base, que estava parado no caminho do corredor. O árbitro da 2ª base apontou a OBSTRUÇÃO e mandou o corredor à 3ª base. A equipe na defensiva reclamou –alegou que o defensor não teve intenção de estorvar o batedor-corredor–, mas a decisão foi mantida. Foi aplicada a Regra 7.06 (b) –não estava ocorrendo jogada sobre o batedor-corredor quando ele foi obstruído.

Regra 7.06: Quando ocorre uma Obstrução, o árbitro deve declarar “OBSTRUÇÃO” ou sinalizar a falta cometida.

a) Se estiver ocorrendo uma jogada sobre o corredor obstruído, ou se o batedor-corredor for obstruído antes de tocar a 1ª base, o árbitro deverá sinalizar a infração, da mesma forma que quando declara “TIME”. A bola estará morta, imediatamente, e os corredores serão autorizados a avançar, sem o risco de serem eliminados, às bases que, na opinião do árbitro, teriam alcançado se não tivesse ocorrido a Obstrução. O corredor obstruído será autorizado a avançar pelo menos uma base além daquela que havia tocado legalmente antes de a defensiva cometer a infração.

b) Se não estiver ocorrendo uma jogada sobre o corredor obstruído, o árbitro deverá apenas sinalizar a infração e aguardar até que o lance seja concluído. Em seguida, deverá declarar “TIME!” e impor as penalidades –se houver– que, na sua opinião, anularão a falta cometida pela defensiva. Se tiver alguma dúvida, deverá consultar seus companheiros.

Sem comentários:

Enviar um comentário