terça-feira, 31 de março de 2015

DEFENSOR COMETE UM EQUÍVOCO MENTAL

Segunda metade do nono “inning”, bases cheias, um “out”. O batedor acertou um “fly” e mandou a bola para o fundo do jardim direito. Todos os corredores retocaram suas bases e iniciaram a corrida depois que a bola teve contato com a luva do jardineiro direito. Quando o batedor-corredor –ele havia dado alguns passos na direção da 2ª base após pisar a 1ª base– estava se dirigindo ao “dugout” depois que o defensor apanhou a bola, o lançamento que o defensor da 2ª base fez à 1ª base atingiu as suas costas e desviou. O corredor da 2ª base pisou o “home plate” antes de o defensor da 1ª base recuperar a bola. Deve ser declarada uma Interferência da Ofensiva?
 
Não. A bola permanece em jogo. Foram anotados dois pontos nessa jogada. O defensor da 2ª base cometeu um equívoco mental, lançando a bola à 1ª base para fazer uma jogada sobre um jogador que já estava eliminado.
 
Comentário – Regra 7.09 (e): Se o batedor ou um corredor continua avançando depois de ter sido eliminado, ele não deve, só por esse ato, ser julgado como se estivesse confundindo, estorvando ou dificultando as ações de defensores. 

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans           

Sem comentários:

Enviar um comentário