sábado, 8 de dezembro de 2012

REGRAS DE ANOTAÇÃO

Muitos perguntam para os anotadores que já anotam há um tempo...
Como você sabe se é Passed Ball ou Wild Pitch/ Erro ou Hit?
Isso vai tudo de um contexto; quando anotamos nas categorias de base (pré-infantil e infantil), a anotação tende a privilegiar o rebatedor, pois como os jogadores ainda estão começando a jogar, conhecer o beisebol, nós anotadores acabamos anotando mais Hit que erro, e conforme os jogadores vão subindo de categoria, ficamos bem mais rígidos em relação a essas anotações.
Mas o mais importante para anotar qualquer uma das 4 ocorrências ( Passed Ball, Wild Pitch, Erro, Hit) é o anotador já ter uma noção do beisebol e algum tempo de anotação, pois todas essas anotações são interpretações do anotador.  Um exemplo que aconteceu recentemente na Taça Brasil do Adulto/2012: eu estava auxiliando a anotadora na anotação e aconteceu um lance que na minha interpretação e na da anotadora o defensor não pegou a bola por causa da condição do campo –a bola resvalou ao bater em um desnível do campo e voou tão alto que encobriu o defensor. Porisso,   tanto para mim como para a anotadora que estava anotando  foi um Hit. Porém, vendo a anotação de um anotador bem mais experiente do que nós dois, foi anotado um erro.
Agora,  o que é certo e o que é errado já não posso dizer; deixo a cargo de cada um.
Rafael Guem Murakami
Diretor Técnico (Capital) e Anotador Oficial da AAABSB

Sem comentários:

Enviar um comentário