quarta-feira, 6 de junho de 2012

BASE DUPLA

Softbol

Nenhum corredor em base, um “out”, contagem de bolas sobre o batedor: 3 – 2 (três “balls” – dois “strikes”). O batedor girou o “bat”” para tentar rebater o arremesso seguinte, mas errou. A bola passou sem ter contato com o “bat”, bateu no “mitt” do receptor e rolou para o território “foul” do lado da 1ª base. O receptor apanhou-a nas proximidades da linha de “foul” e fez o lançamento à 1ª base para tentar eliminar o batedor-corredor. Pouco antes de o defensor da 1ª base agarrar a bola, o batedor-corredor pisou a base –a porção “fair” da base dupla—e ultrapassou-a alguns passos. A equipe na defensiva apelou ao árbitro, alegando que o batedor-corredor deveria ser eliminado por não ter pisado a parte correta –a porção “foul”—da base dupla. O árbitro deve aceitar a apelação?

Não. Em qualquer jogada com bola viva feita do território “foul” do lado da 1ª base o batedor-corredor e o jogador da defensiva podem usar tanto a porção “foul” como a porção”fair” da base dupla.

[Regra 2 – Seção 4h-1 (c) - EXCEÇÃO]

Sem comentários:

Enviar um comentário