domingo, 26 de fevereiro de 2012

PROCEDIMENTO PARA INDICAR UMA BOLA “FLY” DERRUBADA INTENCIONALMENTE

Um eliminado, corredor na 1ª e 3ª base, fly entre a 2ª e a 1ª bases. Era uma rebatida facilmente defensável. O defensor da 2ª base, porém, deixou a bola cair, intencionalmente, após tocá-la com sua luva. O interbases, que se encontrava perto da 2ª base, apanhou a bola que foi rolando em sua direção, pisou rapidamente a “almofada” e lançou-a à 1ª base.  Enquanto isso, o corredor da 3ª base pisou o home plate. Que decisão deve ser dada a este caso?

O árbitro deve eliminar o batedor, aplicando a Regra 6.05 (l). A bola fica morta. Os corredores permanecem nas bases que estavam ocupando no momento do arremesso (1ª e 3ª) e o jogo continua com dois eliminados.

Regra 6.05 (l): Um batedor é eliminado quando, com menos de duas eliminações e corredor na 1ª, 1ª e 2ª, 1ª e 3ª ou 1ª, 2ª e 3ª base, um defensor do campo interno derruba, intencionalmente, uma bola fly (bola rebatida para o ar) ou line drive (bola rebatida que vai em linha reta, com força, do bat a um defensor, sem tocar o solo), em território fair.  A bola torna-se morta e o(s) corredor(es) deve(m) retornar à(s) sua(s) base(s) original(is).

Vale lembrar que esta regra deve ser aplicada somente quando o defensor derruba a bola depois de tocá-la com a luva ou com a mão (vide REGRA APROVADA e NOTAS 1 e 2).
No momento em que a bola vai ao solo, o árbitro deve apontar para o defensor que a derrubou e declarar: “INTENCIONAL!”. Em seguida, deve eliminar o batedor (declarar: “BATTER OUT!”, fazendo o gesto correspondente) e retornar o(s) corredor(es) à(s) sua(s) base(s) original(is).

Sem comentários:

Enviar um comentário