quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

ARREMESSO ILEGAL*

Nenhum corredor em base. O arremessador fez um arremesso ilegal. A bola tocou de raspão o cotovelo do batedor, não obstante o esforço que ele fez para não ser atingido.

Beisebol

O batedor adquire o direito de ir à 1ª base. A bola torna-se morta.

Se o arremessador faz um arremesso ilegal quando as bases estão desocupadas, deve ser declarado um “ball”, a menos que o batedor chegue à 1ª base através de uma rebatida indefensável, um erro, quatro “balls”, por ter sido atingido pela bola arremessada, ou de outra maneira.

[Regra 8.01 (d)]

Se o arremessador faz um arremesso ilegal quando há corredor(es) em base, deve ser declarado um “balk”; o(s) corredor(es) pode(m) avançar uma base.

[Regra 8.05 (e)]

*Arremesso Ilegal é (1) aquele feito ao batedor quando o arremessador não está com seu pé de apoio em contato com o “pitcher’s plate”; (2) aquele feito com clara intenção de surpreender um batedor que não está devidamente preparado (“quick return pitch” = arremesso de retorno rápido).

(Regra 2.00 “ILLEGAL PITCH”)

Softbol

Como no beisebol, o batedor deve ser autorizado a ir à 1ª base. A bola torna-se morta.

[Regra 6 – EFEITO – Seções 1 – 7 (6)]

*Arremesso Ilegal: Qualquer infração das normas estabelecidas nas Seções 1 – 7 da Regra 6 constitui um Arremesso Ilegal (EXCEÇÃO: Regra 6 – Seção 3n e Seção 6b). O árbitro deve fazer o gesto de Bola Morta Demorada (“Delayed Dead Ball”).

Se a bola não for rebatida, ou se o técnico da equipe na ofensiva não aceitar o resultado da jogada depois que ela é rebatida, será concedido um “ball” extra ao batedor; a bola torna-se morta e os corredores serão autorizados a avançar uma base, sem o risco de serem eliminados.

[Regra 6 – EFEITO – Seções 1-7 (2), Regra 7 – Seção 5c, Regra 7 – EFEITO – Seção 5c, Regra 8 – Seção 7d]

Sem comentários:

Enviar um comentário