terça-feira, 10 de maio de 2011

FOI DECLARADO UM "INFIELD FLY". O DEFENSOR DERRUBOU A BOLA.

Aconteceu num jogo de beisebol da categoria Infantil. Segunda metade do último “inning”, um “out”, bases cheias. Rebatida “fly” para o campo interno. Quando o arremessador se posicionou para efetuar a defesa, o árbitro de “home” aplicou a regra de “Infield Fly”. A bola, porém, bateu na luva e foi ao solo. Vendo isso, os corredores avançaram às bases seguintes. O arremessador, então, apanhou a bola que estava rolando em direção à linha de “foul” da 1ª base e lançou-a à 3ª base.  O defensor da 3ª base recebeu a bola e pisou a base. O árbitro da 3ª base eliminou o corredor da 3ª base. (Argumento apresentado pelo árbitro: o corredor saiu da base enquanto a bola estava no ar e não retornou para retocá-la antes de avançar para “home”.) O ponto anotado não foi contado.

O árbitro da 3ª base cometeu um grave erro. Como a bola não foi apanhada no ar, o corredor não tinha a obrigação de retocar a base.  

A decisão correta seria: contar um ponto e dar prosseguimento à partida, com dois eliminados, corredor na 3ª e na 2ª bases.

[Regras: 2.00 “INFIELD FLY”, 2.00 “RETOUCH” – vide NOTA, 6.05 (e)]

Sem comentários:

Enviar um comentário