segunda-feira, 7 de março de 2011

DEFENSOR ATIRA A LUVA PARA PARAR UMA BOLA REBATIDA "FAIR"

O quarto batedor da equipe “A” acertou um “line drive” na direção do espaço entre o jardim direito e o jardim central.  Contrariado, o jardineiro direito atirou sua luva e atingiu a bola rebatida antes de ela chegar ao muro. O batedor-corredor tocou  a 1ª, 2ª e 3ª base e tentou um “inside-the-park home run” (quadrangular em que a bola rebatida permanece dentro do campo), mas a bola lançada pelo jardineiro central ao defensor da 2ª base, e deste para o receptor, eliminou-o no “home plate”.
O técnico da equipe “A” reclamou ao árbitro alegando que a jogada sobre o batedor-corredor, no “home plate”, deveria ser anulada porque a bola havia se tornado morta no momento em que a luva atirada teve contato com a bola. A reclamação deve ser aceita? 
Não. Quando a luva atirada atinge uma bola “fair”, o batedor-corredor é autorizado a avançar três bases, sem o risco de ser eliminado. Ele pode tentar anotar ponto, mas corre o risco de ser eliminado, uma vez que a bola continua viva e em jogo.
[Beisebol: Regra 7.05 (c)]
(Softbol: Regra 8 – Seção 7e, EFEITO – Seção 7e-1, Regra 9 – Seção 2f)
“Inside-the-park home run” = “Running home run” = 'Raningu' (o R não tem o som áspero). Vale lembrar que uma rebatida é considerada “inside-the-park home run” somente quando a corrida até “home” ocorre sem que tenha havido erro da defensiva.

Sem comentários:

Enviar um comentário