sábado, 29 de outubro de 2022

DEFINIÇÕES DE TERMOS

“BALK” (ATO ILEGAL DO ARREMESSADOR) é um ato ilegal cometido pelo arremessador quando há corredor ou corredores em base, que dá a todos os corredores o direito de avançar uma base. 

“BALL” (BOLA) é um arremesso que não passa pela zona de “strike”, em voo, a menos que o batedor gire o “bat” para tentar rebatê-lo. Se o arremesso toca o solo e pula através da zona de “strike”, é um “ball”. 

 “BASE” (BASE) é um dos quatro pontos que têm de ser tocados –em ordem– por um corredor para anotar um ponto; o termo é mais comumente usado para designar as almofadas de lona e a placa de borracha que marcam os locais das bases.

“BASE COACH” (ORIENTADOR DE BATEDOR E CORREDORES) é um membro da equipe, uniformizado, que fica no “coach’s box” da primeira ou terceira base para orientar o batedor e os corredores. 

 “BASE ON BALLS” (BASE POR “BALLS”) é a concessão da primeira base garantida a um batedor quando: (a) durante a sua vez de bater, recebe quatro arremessos fora da zona de “strike”; (b) o técnico da equipe na defensiva informa o árbitro sobre sua intenção de deixá-lo “andar” (“walk”). Se o técnico informa o árbitro sobre essa intenção, o árbitro deve conceder a primeira base ao batedor como se ele tivesse recebido quatro arremessos fora da zona de “strike”. 

“BATTER” (BATEDOR) é um jogador da ofensiva que ocupa sua posição no “batter’s box”.

“BATTER-RUNNER” (BATEDOR-CORREDOR) é um termo que identifica o jogador da ofensiva que, ao completar a sua vez de bater, se torna um corredor –até que seja eliminado ou até que termine a jogada na qual se tornara corredor.

“BATTER’S BOX” (ÁREA DO BATEDOR) é a área dentro da qual o batedor deve ficar durante a sua vez de bater.

“BATTERY” (BATERIA) é a dupla arremessador-receptor.

“BENCH” or “DUGOUT” (BANCO ou ABRIGO) é o local com assentos reservados a jogadores, substitutos (reservas) e outros membros da equipe uniformizados quando não estão atuando no campo de jogo.

“BUNT” (TOQUE) é uma bola rebatida por meio de um toque intencional com o “bat” (sem girar o “bat”), a fim de fazê-la rolar lentamente dentro do campo interno.

Sem comentários:

Enviar um comentário