segunda-feira, 12 de setembro de 2022

SOFTBOL - INTERFERÊNCIA E OBSTRUÇÃO

Interferência é o ato de um jogador (ou membro) da equipe na ofensiva que impede, estorva ou confunde um defensor que está tentando executar uma jogada.

A Interferência é, muitas vezes, confundida com a Obstrução. Ouvimos, com muita frequência, alguém usar o termo Interferência quando está se referindo a uma Obstrução, ou vice-versa. E essa confusão não se restringe ao emprego equivocado de palavras; implica, também, uma interpretação errônea de uma jogada em que se envolvem um jogador da ofensiva e um da defensiva. É comum os técnicos, “coaches”, jogadores, etc. reclamarem a marcação de uma Interferência quando o lance é de Obstrução; ou vice-versa.

E o que é uma Obstrução?

Obstrução é o ato de:

a) Um jogador (ou membro) da equipe na defensiva que estorva ou impede que um batedor gire o “bat” ou rebata uma bola arremessada.

EFEITO:

1. O árbitro deve fazer o gesto de bola morta demorada/diferida. A bola permanece viva até a jogada ser concluída.

2. O técnico da equipe na ofensiva tem a opção de:

(a) aceitar a concessão por Obstrução cometida pelo receptor, ou

(b) aceitar o resultado da jogada.

3. Se o batedor rebate a bola e chega a salvo à 1ª base, e se todos os outros corredores tiverem avançado pelo menos uma base em razão da rebatida, a Obstrução é cancelada. Todas as jogadas resultantes da bola rebatida são válidas. Nenhuma opção é dada.

4. Se o técnico não aceita o resultado da jogada, deve ser aplicada a regra de Obstrução, concedendo a 1ª base ao batedor e permitindo o avanço de todos os outros corredores somente se forem forçados.

b) Um defensor que:

1. não está com a posse da bola, ou

2. não está em ação para defender uma bola rebatida, ou

3. está simulando um toque (“fake tag”), sem estar com a bola,

obstrui o corredor que tenta chegar a uma base, ou impede o avanço de um corredor (ou batedor-corredor) que está correndo legalmente as bases.

EFEITO:

1. Deve ser sinalizada uma bola morta demorada/diferida. A bola permanece viva até a jogada ser concluída.

2. Ao corredor obstruído, e a cada um dos corredores afetados pela Obstrução, será sempre concedida a base (ou bases) que, na opinião do árbitro, teriam alcançado se o jogador da defensiva não tivesse cometido a falta. Se o árbitro achar que há justificativa, o defensor que faz uma simulação de toque pode ser expulso do jogo.

3. Se o corredor obstruído é eliminado antes de chegar à base que teria alcançado se não tivesse ocorrido a Obstrução, a bola é declarada morta, e a ele, bem como a cada um dos corredores afetados pela Obstrução, será concedida a base que, na opinião do árbitro, teriam alcançado se o defensor não tivesse cometido a falta. Um corredor obstruído nunca pode ser eliminado entre as duas bases onde ele sofreu a falta, a menos que ocorra um ato de Interferência depois que a Obstrução é apontada, ou haja uma apelação legal sobre o corredor por:

(a) omissão de uma base, ou

(b) saída de uma base antes do primeiro toque de um defensor numa bola “fly”.

4. Se o corredor obstruído é eliminado depois de passar a base que teria alcançado se não tivesse ocorrido a Obstrução, a eliminação é válida.

NOTA: Os corredores obstruídos são obrigados a tocar todas as bases, na ordem correta. Se não o fizerem, poderão ser eliminados se a equipe na defensiva apelar corretamente.

Sem comentários:

Enviar um comentário