quarta-feira, 31 de agosto de 2022

SOFTBOL - BOLA MORTA DEMORADA (DIFERIDA)

É uma situação de jogo em que a bola permanece viva até a conclusão de uma jogada, após o que o árbitro deve declarar a bola fora de jogo e aplicar a regra apropriada.

Há cinco situações em que ocorre uma violação de regra. A violação é reconhecida por um árbitro, e a bola permanece viva até a conclusão da jogada. Essas situações são:

a) Um arremesso Ilegal.

b) Obstrução cometida pelo receptor.

c) Interferência cometida pelo árbitro de “home”.

d) Obstrução.

e) Equipamento destacado do lugar apropriado que tem contato com uma bola lançada, uma bola arremessada ou uma bola rebatida “fair”.

De acordo com essas definições, Interferência é um ato praticado somente pela equipe na ofensiva, e Obstrução, pela equipe na defensiva.

Uma Interferência, no entanto, pode ser cometida também por um árbitro ou por pessoas que não fazem parte de uma equipe (um espectador, um cinegrafista, etc.).

A Interferência Ofensiva pode ser cometida em forma de contato físico, distração visual, distração verbal, ou de qualquer outra forma que pode estorvar o defensor que está tentando executar uma jogada. Quando ocorre uma Interferência Ofensiva, alguém deve ser declarado eliminado: o batedor, o batedor-corredor, o corredor infrator, o corredor que está mais perto do “home plate”, etc.. Algumas vezes podem ocorrer duas eliminações num mesmo lance. A bola fica fora de jogo e os outros corredores devem retornar à última base legalmente ocupada no momento da Interferência, a menos que sejam forçados a avançar pelo batedor que se torna um batedor-corredor.

Exemplo de Interferência em forma de contato físico: Corredor na 1ª base. O batedor rebate um “ground ball” em direção ao espaço entre a 1ª base e 2ª base. A bola rebatida atinge o corredor que está avançando para a 2ª base, antes de passar um defensor, excluindo o arremessador.

Exemplo de Interferência em forma de distração visual: Corredor na 2ª base. O batedor acerta um “ground ball”; a bola vai na direção do interbases. Quando o defensor está se preparando para apanhar a bola, o corredor para por um instante na sua frente e atrapalha a jogada.

Exemplo de Interferência em forma de distração verbal: Corredor na 2ª base. O batedor rebate um “fly”; a bola vai em direção ao espaço entre o interbases e o defensor da 3ª base. Quando os defensores convergem na direção da bola, o corredor grita: “Deixe para mim”. Os dois param, e a bola vai ao solo.

A Interferência do Árbitro ocorre quando:

a) O árbitro de “home” estorva o receptor no momento em que ele está tentando eliminar um corredor que está “roubando” uma base ou está fora de sua base. Deve ser sinalizada uma bola morta demorada/diferida. A bola permanece viva até a conclusão da jogada. Se o corredor sobre o qual está sendo executada a jogada for declarado eliminado, a Interferência não será levada em consideração (prevalecerá a eliminação do corredor), e abola estará em jogo. Se esse corredor for declarado “safe”, a bola ficará fora de jogo, e os corredores deverão retornar à base que estavam ocupando no momento do lançamento.

b) Uma bola “fair” atinge um árbitro, em território “fair”, antes de passar um defensor, excluindo o arremessador, ou antes de tocar um defensor, incluindo o arremessador. A bola fica fora de jogo e o batedor adquire o direito de ir à 1ª base, sem o risco de ser eliminado. Qualquer corredor que não seja forçado a avançar pelo batedor que se torna um batedor-corredor deve retornar à base que tinha alcançado antes de ocorrer a Interferência.

Exemplos de lances que não configuram uma Interferência do Árbitro:

1. O árbitro de “home” estorva o receptor que tenta apanhar um “catcher’s fly”.

2. O árbitro da 2ª base atrapalha uma jogada ao ser atingido por uma bola lançada.

Sem comentários:

Enviar um comentário