sábado, 8 de maio de 2021

CAPACETE PROTETOR

Regra 3.08: Uma Liga Profissional deve adotar a seguinte regra referente ao uso de capacetes.

(a) Todos os jogadores devem usar algum tipo de capacete protetor enquanto estão atuando como batedores e como corredores.

(b) Todos os jogadores das Ligas da Associação Nacional devem usar um capacete com proteção para as duas orelhas enquanto estão atuando como batedores.

(c) Todos os jogadores da “Major League” têm de usar um capacete com proteção para uma orelha (ou para as duas orelhas, conforme a opção do jogador).

(d) Todos os receptores devem usar um capacete protetor apropriado e máscara para o rosto enquanto estão recebendo um arremesso.

(e) Todos os “base coaches” (orientadores de batedores e corredores) devem usar um capacete protetor enquanto estão exercendo suas funções.

(f) Todos os “bat boys”/“bat girls” (recolhedores/recolhedoras de “bat”) ou “ball boys”/“ball girls” (catadores/catadoras de bola) devem usar um capacete com proteção para as duas orelhas enquanto estão exercendo suas funções.

Comentário – Regra 3.08: Se o árbitro observar qualquer infração a estas regras, deverá ordenar que a falha seja corrigida. Se, na opinião do árbitro, essa correção não é feita dentro de um tempo razoável, o infrator deve ser expulso do jogo. O árbitro deve, ainda, recomendar alguma ação disciplinar apropriada.

A temporada de 1971 foi a primeira em que se tornou obrigatório o uso de capacete protetor por todos os jogadores quando estão atuando como batedores, mas esse procedimento tinha sido adotado pela maioria muito antes disso. Em 1941, Brooklyn Dodgers tornou-se a primeira equipe a usar protetor de cabeça (de plástico), depois que Peter Reiser, Ducky Medwick e vários jogadores da equipe foram atingidos, na cabeça, por bola. Antes de 1957, a Liga Americana (American League) havia reconhecido a necessidade do capacete, e tornou obrigatório seu uso. Batedores, entretanto, tinham a opção de usar revestimentos de plástico em seus bonés, que ofereciam menos proteção do que um capacete (com proteção para as duas orelhas, especialmente), mas eram mais confortáveis e também evitavam que um jogador sentisse medo de ser atingido pela bola.

Fonte: The Rules of Baseball, de David Nemec

Sem comentários:

Enviar um comentário