domingo, 21 de março de 2021

TERCEIRO “STRIKE”

Regra 5.09 (a) (2): Um batedor é eliminado quando um terceiro “strike” é agarrado legalmente pelo receptor.

Como um batedor podia ser eliminado se uma bola “fly” fosse apanhada no primeiro pulo após ter contato com o solo, ele podia ser eliminado também quando um receptor apanhasse o terceiro “strike” no primeiro pulo após tocar o solo. Em 1858, foi adotada, pela primeira vez, uma regra que dava ao batedor o direito de correr à primeira base se o receptor não agarrasse o terceiro “strike”. Até 1880, entretanto, um batedor era considerado eliminado se o receptor agarrasse o terceiro “strike”, num “fly” ou no primeiro pulo. A regra era tão tolerante assim porque receptores usavam pequeno aparelho protetor naquela época, e eles precisavam ficar posicionados bem afastados do batedor. Luvas (“mitts”) e máscaras eram rudimentares, protetores de tórax eram precários, e o uso de caneleiras não havia se tornado habitual até o início de 1900. A partir de 1880, receptores tinham que se afastar de batedores quando o árbitro declarava o segundo “strike”. Até então, era costume um receptor mover-se somente com corredor(es) em base e, caso contrário, jogar afastado e apanhar a bola no primeiro pulo, incluindo o terceiro “strike”. Em 1901, tornou-se obrigatório, na Liga Nacional, o receptor ficar posicionado, sempre, dentro de 10 pés do “home plate”; a Liga Americana adotou a mesma regra no ano seguinte.

Fonte: The Rules of Baseball, de David Nemec

Sem comentários:

Enviar um comentário