quarta-feira, 25 de julho de 2018

BOLA “FLY” APANHADA NA BEIRA DO “DUGOUT” OU OUTRA ÁREA FORA DE JOGO

Para visualizar clique aqui.

Um defensor pode chegar à beira de um “dugout” (mas não pode pôr os pés dentro dele) para apanhar uma bola “fly”. Se esse defensor conseguir segurar firmemente a bola estendendo o(s) braço(s) para dentro do “dugout”, a pegada será válida. Para apanhar um “foul fly” nas proximidades de um “dugout” ou outra área fora de jogo (as arquibancadas, por exemplo), o defensor tem de ter um ou ambos os pés na/sobre a superfície do campo de jogo, incluindo a beira do “dugout”, e nenhum dos pés pode estar sobre o solo dentro do “dugout” ou em qualquer outra área fora de jogo. A bola permanece em jogo, a menos que um defensor, após fazer uma pegada legal, pise qualquer área fora de jogo ou caia para dentro de um “dugout” ou outra área fora de jogo, caso em que a bola se torna morta.

[Comentário – Regra 5.09 (a) (1) <Comentário – Regra 6.05 (a)>]

Se um defensor, após efetuar uma pegada legal (“legal catch”), pisa qualquer área fora de jogo, ou cai para dentro de qualquer área fora de jogo, a bola torna-se morta e cada corredor deve avançar uma base, sem o risco de ser eliminado, a partir da última base tocada legalmente no momento em que o defensor pisou/caiu para dentro de tal área fora de jogo.


  [Comentário – Regra 5.06 (b) (3 ) (C) <Comentário – Regra 7.04
 (c)>]

Sem comentários:

Enviar um comentário