segunda-feira, 31 de julho de 2017

OBSTRUÇÃO

Corredor na 1ª e 2ª base, um “out”. Rebatida indefensável (“base hit”) na direção do jardim central. O corredor da 1ª base foi obstruído pelo defensor da 2ª base e, em consequência do choque, ambos foram ao solo; enquanto isso, o da 2ª base tentou anotar ponto, mas foi tocado pelo receptor –que havia recebido a bola devolvida pelo jardineiro central– antes de pisar o “home plate”. Que decisão deve ser dada a este caso?

O corredor da 2ª base é “out”. Concluída a jogada, o árbitro deve declarar “TIME” e conceder ao corredor obstruído a base que, na sua opinião, ele teria alcançado se não tivesse sido estorvado pelo defensor da 2ª base.

[Beisebol: Regras 7.06 (b) e 7.08 (c)]

(Softbol: Regra 8 – EFEITO – Seção 7b, Regra 8 – Seção 9b)

domingo, 30 de julho de 2017

CONCESSÃO DE BASES

Softbol

Corredor na 2ª base, um “out”. Rebatida “fly” para “leftfield” (jardim esquerdo). O jardineiro esquerdo apanhou a bola após ela tocar o solo e, ao ver o corredor avançando, lançou à 3ª base. No momento em que o defensor da 3ª base tocou o corredor, pouco antes de este alcançar a base, a bola escapou da luva, rolou em direção à cerca lateral e ficou alojada nessa cerca (bola bloqueada).

Decisão: Como a bola ficou alojada na cerca lateral, o corredor e o batedor-corredor devem ser autorizados a avançar uma base a partir da base em que estavam no momento em que a bola foi bloqueada.

[Regra 8 – Seção 7f, Regra 8 – EFEITO – Seção 7f – EXCEÇÃO (1)]

Fonte: Questionário sobre regras de softbol elaborado pela JSA – Japan Softball Association

sábado, 29 de julho de 2017

JOGADA DE APELAÇÃO

Softbol

O batedor acertou um “base hit” (rebatida indefensável) em direção ao jardim central  e chegou à 2ª base, porém sem pisar a 1ª base. Após receber a bola devolvida pelo jardineiro central, o arremessador, que notara a falha cometida pelo batedor-corredor, lançou ao defensor da 1ª base para apelar sobre a omissão de base. O lançamento, porém, foi mal executado –a bola tocou o solo e pulou para outro lado da cerca (bola morta). No momento em que o árbitro de “home” entregou uma nova bola ao receptor, o defensor da 1ª base fez a apelação verbalmente.

Decisão: O batedor-corredor deve ser declarado “out. No softbol, a apelação pode ser feita verbalmente enquanto a bola está morta.

[Regra 8 – Seção 9h, Regra 8 – EFEITO – Seção 9g-j/3 – vide NOTA (a)]

Fonte: Questionário sobre regras de softbol elaborado pela JSA – Japan Softball Association

Se essa jogada tivesse ocorrido no beisebol, não seria permitida nova apelação.

[Regra 7.10 (d)]

sexta-feira, 28 de julho de 2017

CORREDOR OMITE UMA BASE E TENTA CORRIGIR A FALHA DEPOIS QUE UM CORREDOR SUBSEQUENTE ANOTA PONTO

Corredor na 1ª e 2ª base, dois eliminados. O batedor acertou um “three-base hit” (rebatida indefensável de três bases) e empurrou os corredores para “home”. Depois que o corredor da 1ª base cruzou o “home base” legalmente, o da 2ª, ao dar-se conta de que omitira a base, voltou para pisá-la. Enquanto isso, o receptor apelou ao árbitro de “home” sobre a omissão de base.

Decisão: O corredor da 2ª base é “out” (3ª eliminação). Não foi anotado ponto.

Corredor que passa por uma base sem tocá-la não pode retornar para corrigir a falha depois que um corredor subsequente anota ponto.


[Beisebol - Regras: 4.09 (a) EXCEÇÃO (3), 7.10 (b) – REGRA APROVADA (1), 7.12]

(Softbol  Regras: 5  Seção 7b5,  8 – Seção 4f)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

RECEPTOR SAI À FRENTE DO “HOME PLATE” E APANHA A BOLA ARREMESSADA

Quando o corredor da 1ª base arrancou em direção à 2ª base para tentar um “steal” (roubo de base), o receptor saiu à frente do “home plate”, apanhou a bola arremessada e lançou à 2ª base. O corredor foi tocado pelo interbases pouco antes de alcançar a base.

Decisão: O árbitro deve conceder a 1ª base ao batedor, em razão da falta cometida pelo receptor, e autorizar o corredor ocupar a 2ª base.

[Beisebol: Regra 6.08 (c)]

(Softbol: Regra 8 – Seção 1d)

No beisebol, a falta cometida pelo receptor é tratada como Interferência da Defensiva, e no softbol, como Obstrução.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

CORREDOR ELIMINADO COMETE INTERFERÊNCIA

Corredor na 1ª base, um eliminado. O interbases apanhou a bola rebatida (“ground ball”) em sua direção e lançou à  2ª base. O corredor foi declarado “out”, porém, ao chegar deslizando na direção do  defensor da 2ª base,  que estava fora da base preparando-se para fazer o lançamento à 1ª base, chocou-se com ele e derrubou-o.  Que decisão deve ser dada?

O batedor-corredor deve ser declarado “out” em razão da Interferência cometida por seu companheiro de equipe.

[Beisebol: Regra 7.09 (e)]

(Softbol: Regra 8 – Seção 9o)

terça-feira, 25 de julho de 2017

RECEPTOR ESTORVA O BATEDOR

Corredor na 2ª base, um “out”. O batedor, apesar de ter sido estorvado pelo receptor, acertou um “base hit” (rebatida indefensável) e empurrou o corredor à 3ª base. Como, porém, ele chegou à 2ª base sem pisar a 1ª base, o técnico da equipe na ofensiva manifestou o desejo de optar pela concessão da 1ª base ao batedor e retorno do corredor à 2ª base. O árbitro deve conceder-lhe essa opção?

Não. Como o batedor-corredor chegou à 1ª base e o corredor da 2ª base avançou uma base, a jogada deve prosseguir sem levar em consideração a falta cometida pelo receptor.  (Embora o batedor-corredor tenha omitido a 1ª base, ele deve ser considerado como se tivesse alcançado  essa base.)

[Beisebol: Regra 6.08 (c) – vide Comentário]

(Softbol: Regra 8 – Seção 1d, Regra 8 – EFEITO – Seção 1d-3 – vide NOTA)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

CASOS QUE ACONTECERAM NO XXIII CAMPEONATO BRASILEIRO DE BEISEBOL INTERSELEÇÃO –CATEGORIA 45 ANOS– REALIZADO NO DIA 22/07/2017 NO ESTÁDIO MIE NISHI

1) O arremessador tentou surpreender o corredor da 1ª base, que estava se afastando muito da base. Ao dar o passo em direção à base, desequilibrou-se e derrubou a bola. Após reclamação do corredor e do “base coach”, o árbitro da 1ª base declarou um “balk” e mandou o corredor à 2ª base. Foi aplicada a Regra 8.05 (k).

2) Corredor na 1ª base. Tentativa de “steal” (roubo de base). O receptor fez um lançamento descontrolado e mandou a para o jardim central. Aproveitando-se disso, o corredor tentou ir à 3ª base, porém, ao dar um passo após pisar a base, tropeçou no defensor da 2ª base –que estava deitado na frente da base após ter ‘mergulhado’ para apanhar a bola– e foi ao chão. O árbitro da 2ª base deveria ter declarado uma Obstrução, aplicando a Regra 7.06 (b), mas não o fez. O corredor reclamou.

domingo, 23 de julho de 2017

RECEPTOR ESTORVA O BATEDOR

Corredor na 3ª base, um eliminado. O batedor, apesar de ter sido estorvado pelo receptor –quando fez “swing” seu “bat” teve contato com o “mitt”–, rebateu o arremesso (“fly” para o campo externo). A bola foi apanhada no ar. O corredor saiu legalmente da base e pisou o “home base”.
 
O técnico da equipe na ofensiva pode preferir aceitar a jogada ou optar pela permanência do corredor na 3ª base e concessão da 1ª base ao batedor.
 
[Beisebol: Regra 6.08 (c), Comentário – Regra 6.08 (c)]
 
(Softbol: Regra 8 – Seção 1d, Regra 8 – EFEITO – Seção 1d)
 
No softbol, o árbitro deve fazer o gesto de Bola Morta Demorada (“Delayed Dead Ball”) –estender o braço esquerdo (com o punho cerrado), horizontalmente, para o lado esquerdo do corpo). A bola permanece em jogo até a conclusão da jogada. Completado o lance, deve declarar “TIME” e conceder o direito de opção ao técnico da equipe na ofensiva.
 
No beisebol, a falta cometida pelo receptor é tratada como Interferência da Defensiva, e no softbol, como Obstrução.

sábado, 22 de julho de 2017

RECEPTOR NÃO DEVOLVE A BOLA DIRETAMENTE AO ARREMESSADOR APÓS UM ARREMESSO

Softbol

Corredor na 2ª base, dois eliminados, contagem de arremessos: 2 – 2 (dois “balls” – dois “strikes”). O receptor, prejulgando o arremesso seguinte –achou que seria declarado “STRIKE”– jogou a bola ao defensor da 3ª base. A decisão do árbitro de “home”, porém, foi “BALL”. O técnico da equipe na ofensiva reclamou, alegando que o batedor deveria ser autorizado a ir à 1ª base, sem o risco de ser eliminado; isso porque, em razão de o receptor não ter devolvido a bola diretamente ao arremessador, ele (batedor) deveria ser beneficiado com um “BALL” adicional. Reclamou com razão?

Não. Caberia essa reclamação se não houvesse corredor em base.

(Regra 6 – Seção 6b – vide NOTA e EXCEÇÃO)

sexta-feira, 21 de julho de 2017

CBBS - NOTÍCIA

A Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol associa-se ao Instituto Ethos  
Além do Instituto Ethos, a CBBS está em consonância com o rating apresentado pelo Pacto pelo Esporte.

BATEDOR FORA DE ORDEM

Corredor na 1ª base, um “out”. O terceiro batedor entrou no “batter’s box” para bater na vez do segundo batedor. Quando foi efetuado o segundo arremesso, o corredor roubou a 2ª base. No terceiro arremesso o batedor acertou uma rebatida indefensável e empurrou o corredor para “home”. Houve apelação sobre o erro na ordem de batedores.

Decisão:

a) O segundo batedor é “out”.

b) O corredor deve retornar à 2ª base.

c) O terceiro batedor deve bater novamente.

[Beisebol: Regra 6.07 (b), (d) (1)]

[Softbol: Regra 7 – EFEITO – Seção 2 c-d (2)]

quinta-feira, 20 de julho de 2017

BATEDOR REBATE O ARREMESSO ILEGALMENTE

Corredor na 1ª e 2ª base, um eliminado. O batedor rebateu o arremesso colocando um pé no solo completamente fora do “batter’s box”; a bola foi rolando na direção do interbases. Se este efetuar a defesa e der início à jogada 6 – 4 – 3, que providência deve ser tomada?

O árbitro de “home” deve apontar, imediatamente, a falta cometida pelo batedor e, após ‘matar’ a bola, paralisar o jogo. O batedor é “out” por ação ilegal; os corredores retornam para as bases que estavam ocupando; a partida será reiniciada com corredor na 1ª e 2ª base, dois “outs”.

[Beisebol – Regras: 5.09 (d), 6.06 (a)]

(Softbol – Regra 7 – Seção 6d, Regra 7 – EFEITO – Seção 6a-j, Regra 9 – Seção 1a)

quarta-feira, 19 de julho de 2017

BATEDOR TENTA REBATER UM TERCEIRO “STRIKE” E A BOLA TOCA O SEU CORPO

Corredor na 2ª e 3ª base, um “out”, contagem de arremessos: 3 – 2 (três “balls” – dois “strikes”). “Squeeze Play”.  O batedor falhou; a bola passou sem ter contato com o “bat”, atingiu o seu corpo e desviou.  O corredor da 3ª base pisou o “home plate”; o da 2ª base foi eliminado por toque pouco antes de alcançar o “home base”.

Decisão: O batedor é “out”. Os corredores devem retornar para suas bases (a bola tornou-se morta no momento em que atingiu o corpo do batedor).

[Beisebol: Regra 6.05 (f), Regra 6.08 (b) – REGRA APROVADA]

(Softbol: Regra 7 – Seção 6a (1), Regra 7 – EFEITO – Seção 6a-j, Regra 9 – Seção 1d)

terça-feira, 18 de julho de 2017

BATEDOR FORA DE ORDEM

Corredor na 3ª base, dois eliminados. O sexto batedor entrou no “batter’s box” para bater na vez do quinto batedor e ‘andou’ (“base on balls”). Em seguida, o quinto batedor, com uma rebatida indefensável (“base hit”), empurrou o corredor da 3ª base para “home”, e o da 1ª base, à 2ª base. Após esse lance, houve apelação da equipe na defensiva sobre o erro na ordem de batedores. Foi anotado ponto? Quem deverá iniciar batendo no próximo “inning”?

Não foi anotado ponto. O primeiro batedor no próximo “inning” será o oitavo da ordem de batedores.

No momento em que foi efetuado o primeiro arremesso ao quinto batedor, a situação do sexto batedor (que era ilegal) ficou regularizada; portanto, o batedor seguinte deveria ser o sétimo da ordem de batedores; na sua vez, porém, bateu o quinto batedor. E como houve apelação antes do próximo arremesso, o batedor correto  (7º) é “out” (terceira eliminação).

[Beisebol: Regra 6.07 (b) (c)]

[ Softbol: Regra 7 – EFEITO – Seção 2c-d (2) (3)]

segunda-feira, 17 de julho de 2017

BATEDOR COMETE INTERFERÊNCIA

Corredor na 1ª base, um “out”, contagem de bolas arremessadas: 2 – 2. Jogada combinada: “hit and run”*. O batedor fez um “swing” grande –a bola passou sem tocar o “bat”– e desequilibrou-se; e ao esbarrar no receptor, estorvou-o no momento em que ele se preparou para lançar à 2ª base.

Decisão: A bola torna-se morta. O corredor (alvo da jogada) deve ser declarado “out” em razão da falta cometida por seu companheiro.

[Beisebol: Regra 7.09 (e)]

(Softbol: Regra 8 – Seção 9o)

*“Hit and Run” é aquela jogada em que o batedor tem de rebater a bola arremessada, com certeza, porque o corredor já está iniciando a corrida para a base seguinte.

domingo, 16 de julho de 2017

ARREMESSADOR LANÇA A UMA BASE SEM TIRAR O PÉ DE APOIO DO “PITCHER’S PLATE”

Softbol

Rebatida em direção ao espaço entre os jardins esquerdo e central; a bola tocou o solo e pulou para outro lado da cerca (bola morta); o batedor-corredor adquiriu o direito de avançar duas bases, sem o risco de ser eliminado. Reiniciado o jogo, enquanto o arremessador –posicionado sobre o “pitcher’s plate”– olhava os sinais do receptor, o defensor da 1ª base pediu-lhe a bola a fim de apelar sobre a omissão da 1ª base. O  arremessador atendeu prontamente ao seu pedido –sem tirar o pé e apoio do “pitcher’s plate”–, mas o lançamento foi mal executado (a bola foi parar em área de bola morta). Que decisão deve ser dada a este caso?

a) Deve ser declarado um Arremesso Ilegal. A bola fica fora de jogo (bola morta).

b) Deve ser contado um “BALL”.

c) Ao corredor da 2ª base deve ser concedida a 3ª base.

d) Cessa o direito de apelar.

(Regra 6 – Seção 7, Regra 6 – EFEITO – Seções 1 – 7 )

sábado, 15 de julho de 2017

NÃO FOI ANOTADO PONTO

Corredor na 3ª base, dois eliminados. “Base Hit” (rebatida indefensável) –a bola caiu alguns metros atrás da 2ª base. O corredor pisou o “home base”. O batedor-corredor passou pela 1ª base, sem tocá-la, e pouco antes de alcançar a 2ª base foi eliminado por toque (terceira eliminação).

Se a equipe na defensiva apelar na 1ª base e solicitar ao árbitro que a eliminação naquela base seja considerada o terceiro “out”, não será notado ponto. (Quando um corredor é declarado “out”, em apelação, por ter omitido uma base, deve-se considerar que ele foi eliminado antes de chegar a essa base.)

[Beisebol: Regra 4.09 (a) – EXCEÇÃO (1)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7b-1)

sexta-feira, 14 de julho de 2017

DEVE SER CONTADO UM PONTO?

Corredor na 1ª e 2ª base, dois eliminados. O batedor acertou um “home run” –a bola passou sobre a cerca do jardim esquerdo–, mas, quando corria entre a 2ª e a 3ª bases, foi declarado  “out” (terceiro “out”) por ter ultrapassado o corredor da 1ª base. Foi anotado ponto?

Se o corredor da 2ª base tiver pisado o “home plate” antes da terceira eliminação, será contado um ponto.

[Beisebol: Regra 4.09 (a)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7a)

quinta-feira, 13 de julho de 2017

“DOUBLE PLAY” – FOI ANOTADO PONTO?

Bases cheias, um “out”. “Ground Ball” em direção à 2ª base. Foi executado um “double play”. O corredor da 3ª base havia pisado o “home base” antes da terceira eliminação.

PERGUNTA:

Em qual das situações foi anotado ponto?

Jogada “A”: 4 – 5 – 4.

Jogada “B”: 4 – 6 – 3.

Jogada “C”: 4 – 3 – 6.

RESPOSTA:

Jogada “A”: Não foi anotado ponto –a terceira eliminação ocorreu em Jogada Forçada.

[Beisebol: Regra 4.09 (a) – EXCEÇÃO (2)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7b-2)

Jogada “B”: Não foi anotado ponto –a terceira eliminação ocorreu antes de o batedor-corredor chegar à 1ª base.

[Beisebol: Regra 4.09 (a) – EXCEÇÃO (1)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7b-1)

Jogada “C”: Foi anotado ponto –o corredor tocou legalmente todas as bases antes da terceira eliminação do “inning”).

[Beisebol: Regra 4.09 (a)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7a)

CBBS - NOTÍCIA

Reportagem Uol com Eric Pardinho


12 Julho 2017


https://esporte.uol.com.br/beisebol/ultimas-noticias/2017/07/12/como-um-brasileiro-de-16-anos-do-beisebol-ganha-mais-que-neymar-nessa-idade.htm

quarta-feira, 12 de julho de 2017

NÃO FOI ANOTADO PONTO

Corredor na 1ª e 3ª base, dois eliminados. Rebatida indefensável de uma base (“one–base hit”) na direção do “centerfield” (jardim central). O corredor da 3ª base pisou o “home plate”; o da 1ª base tocou a 2ª base e, sem solicitar “TIME”, foi em direção à 1ª base para apanhar o capacete que se soltara de sua cabeça enquanto avançava. E foi eliminado por toque pelo defensor da 2ª base. Foi anotado ponto?

Não, porque o corredor da 1ª base foi eliminado em Jogada Forçada. (Como o corredor da 1ª base, após tocar a 2ª base foi em direção à 1ª base, a situação de Jogada Forçada havia sido restabelecida.)

[Beisebol: Regra 4.09 (a) – EXCEÇÃO (2) – vide Regra 7.08 (e)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7b-2)

terça-feira, 11 de julho de 2017

NÃO FOI ANOTADO PONTO

Bases lotadas, dois eliminados. Rebatida indefensável de três bases (“three-base hit”) empurra os três corredores para “home”; o da 2ª base, porém, é declarado eliminado em apelação por ter omitido a 3ª base. Quantos pontos devem ser contados?

Nenhum. Isso porque a terceira eliminação ocorreu em Jogada Forçada  (Quando um corredor é declarado “out” em apelação por ter omitido uma base, deve-se considerar que ele foi eliminado antes de chegar a essa base.)

[Beisebol: Regra 4.09 (a) – EXCEÇÃO (2)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7b-2)

segunda-feira, 10 de julho de 2017

REGRA DO BATEDOR DESIGNADO (DH)

A equipe “A” estava usando DH. Num determinado “inning”, o arremessador bateu na vez do defensor da 1ª base e foi eliminado. Quando “A” foi à defensiva, o arremessador foi defender a primeira base e o DH assumiu a posição de arremessador.

A utilização do arremessador como “pinch-hitter” (batedor de emergência) do defensor da 1ª base contraria a Regra 6.10 (b) (10) < ... O arremessador do jogo pode atuar como batedor de emergência ou corredor de emergência (“pinch-runner”) somente no lugar do DH>. O uso do DH como arremessador é permitido, de acordo com a Regra 6.10 (b) (5) <...o DH pode ser usado na defesa e continuar batendo na mesma posição na ordem de batedores, mas o arremessador, então, tem de bater no lugar do defensor da defensiva substituído, ...>.

domingo, 9 de julho de 2017

NÃO FOI ANOTADO PONTO

Corredor na 1ª e 3ª base, um “out”. “Base Hit” (rebatida indefensável) ao espaço entre os jardins direito e central. Os corredores avançaram para “home”; o  da 3ª base pisou o “home plate”; o da 1ª base foi eliminado por toque pouco antes de alcançar a base. O batedor-corredor chegou à 2ª base, mas foi declarado “out”, em apelação, por ter omitido a 1ª base (terceira eliminação). Foi anotado ponto?

Não, porque o batedor-corredor foi eliminado antes de tocar a 1ª base. (Quando um corredor é declarado “out” em apelação por ter omitido uma base, deve-se considerar que ele foi eliminado antes de chegar a essa base.)

[Beisebol: Regra 4.09 (a) – EXCEÇÃO (1)]

(Softbol: Regra 5 – Seção 7 b-1)

PARDINHO ASSINA COM BLUE JAYS

The New York Times:
Para visualizar clique aqui.


Globo:
Para visualizar clique aqui.

sábado, 8 de julho de 2017

FOI ANOTADO PONTO?

Corredor na 1ª base, dois eliminados. Com um “three-base hit” (rebatida de três bases) o batedor empurrou o corredor para “home”, mas deixou de pisar a 1ª e a 2ª bases. A equipe na defensiva apelou na 2ª base –o batedor-corredor foi eliminado e completou a terceira eliminação.

Decisão: Como o corredor pisou o “home base” antes do terceiro “out”, foi anotado ponto.

Se tivesse apelado também na 1ª base e solicitado ao árbitro que a eliminação naquela base fosse considerada o terceiro “out”, não seria anotado ponto.

[Beisebol: Regra 7.10]

[Softbol: Regra 5 – Seção 7c, Regra 8 – EFEITO – Seção 9g-j (4)]

sexta-feira, 7 de julho de 2017

BATEDOR TENTA USAR UM “BAT” ILEGAL

Softbol

O batedor tentou usar um “bat” com empunhadura de segurança de vinil. Deve ser permitido?

Não, porque é um “bat” ilegal.

A empunhadura de segurança tem a finalidade de evitar que o “bat” escape das mãos do batedor; assim sendo, um material liso como o vinil não pode ser usado no “bat” com esse objetivo.

(Regra 3 – Seção 1k – vide NOTA)

Fonte: Questionário sobre regras de softbol elaborado pela JSA – Japan Softball Association

No beisebol a Regra 1.10 (c) diz: O cabo do “bat” pode ser coberto ou tratado com algum material ou substância, para melhorar a empunhadura. Tal material ou substância não pode ser aplicado sobre uma extensão maior do que 18 polegadas (45,72 cm) da extremidade mais fina do “bat”. O não cumprimento deste dispositivo deve causar a remoção desse “bat” do jogo.

NOTA: Se o árbitro descobrir que o “bat” não está de acordo com as especificações do item “c” acima enquanto o batedor está ainda no “batter’s box”, ou depois que esse “bat” tiver sido utilizado no jogo, isso não será motivo para que o batedor seja declarado eliminado ou expulso do jogo.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

ARREMESSADOR PERDE O DIREITO DE APELAR

Rebatida indefensável (“base hit”) na direção do jardim central. O batedor-corredor chegou à 2ª base. A bola foi devolvida ao arremessador. Este, após olhar o ‘sain’* do receptor para o batedor seguinte, deu um passo em direção à 2ª base para tentar uma jogada sobre o corredor.  Nesse momento, foi alertado por companheiros do “bench” sobre a falta cometida pelo batedor-corredor (omissão da 1ª base). Em vista disso, ao invés de lançar ao defensor da 2ª base, jogou a bola à 1ª base, a fim de apelar ao árbitro daquela base. A apelação deve ser aceita?

Não. Como o arremessador tentou uma jogada sobre o corredor, perdeu o direito de apelar.

[Regra 7.10 (d)]

*‘Sain’ vem de “sign” (sain), que quer dizer sinal, gesto etc. Dizemos que um técnico ou "coach" está dando ‘sain’ quando ele está fazendo uma série de sinais (gestos) para combinar jogadas.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

CORREDOR AUTORIZADO A AVANÇAR SEM O RISCO DE SER ELIMINADO PODE SER ELIMINADO EM APELAÇÃO

Corredor na 1ª base, um “out”. “Fly” grande para “centerfield” (jardim central). No momento em que o corredor deu dois ou três passos em direção à 3ª base após tocar a 2ª base, o “centerfielder” (jardineiro central) apanhou a bola no ar nas proximidades da cerca.  O corredor apressou-se em retornar. Quando ele estava a caminho da 1ª base, a bola devolvida pelo jardineiro central –um “wild throw” (lançamento  descontrolado) –entrou no “dugout”; o árbitro sinalizou:  DUAS BASES.

No caso apresentado acima, embora o corredor tenha adquirido o direito de avançar duas bases, sem o risco de ser eliminado, ele terá de retocar a base onde se encontrava (1ª base), antes de ir à 3ª base. Se não o fizer, poderá ser eliminado em apelação.

Para eliminá-lo, a equipe na defensiva deve proceder da seguinte forma: após a ordem “PLAY” do árbitro de “home” (e isso depois que ele entrega uma nova bola ao arremessador e este se posiciona sobre o “pitcher’s plate”),

1) o arremessador deve lançar à 1ª base, e o defensor que receber a bola, apelar ao árbitro dessa base depois de pisar a base, ou

2) o arremessador deve lançar à 3ª base, e o defensor que receber a bola, apelar ao árbitro dessa base depois de tocar o corredor.

[Regra 7.10 (b), vide Regra 7.02 – NOTAS 1 e 2]

terça-feira, 4 de julho de 2017

CORREDOR ELIMINADO EM APELAÇÃO – “FORCE OUT”?

Corredor na 1ª base. “Base Hit” (rebatida indefensável) para “rightfield” (jardim direito). No momento em que o corredor chegou à 3ª base, a equipe na defensiva apelou, alegando que ele omitira a 2ª base; o árbitro aceitou a apelação e declarou-o eliminado. Essa eliminação deve ser considerada um “force out”?

Sim. Quando um corredor é declarado “out” em apelação por ter omitido uma base, deve-se considerar que ele foi eliminado antes de chegar a essa base.

[Beisebol: Regra 7.10 (b)]

(Softbol: Regra 8 – Seção 9h)