terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

HOUVE SUBSTITUIÇÃO DE ARREMESSADOR?

Aconteceu num jogo do XI Campeonato Brasileiro de Beisebol Interclube –Categoria: 30 Anos (Trintão)–, realizado no dia 18/02/2017 no Estádio Mie Nishi. O arremessador que estava se aquecendo no “bullpen” entrou no campo quando seu companheiro jogou o terceiro “BALL” e, após conversar com ele, retornou e continuou treinando. O técnico da equipe na ofensiva reclamou, alegando que, uma vez que fora ao montículo, esse arremessador teria de cumprir o que determina a Regra 3.05 (b), ou seja, arremessar a um batedor. Reclamou com razaõ?

Não. Ele teria de arremessar ao batedor de turno se tivesse se posicionado sobre o “pitcher’s plate”.

O arremessador é considerado dentro do jogo somente quando ocupa sua posição sobre o “pitcher’s plate” [Regra 3.08 (a) (1)].

Sem comentários:

Enviar um comentário