sexta-feira, 30 de setembro de 2016

BOLA ESCAPA DA MÃO DO ARREMESSADOR

Jogo Baltimore Orioles vs. New York Yankees. Primeira metade do 6º “inning”, placar: Orioles 2 x 1 Yankees, Orioles  no ataque, corredor na 1ª base, dois “outs”. O arremessador desequilibrou-se no momento do arremesso e deixou a bola escapar de sua mão; o receptor apanhou-a nas proximidades da linha de “foul”, em território “fair”.  Foi declarado um “balk”.


Se a bola tivesse cruzado a linha de “foul”, seria declarado um “ball”.

Comentário – Regra 8.01 (d): Se a bola escapa da mão do arremessador e cruza a linha de “foul”, deve ser declarado um “ball”; se não cruzar a linha de “foul”, nada será declarado. Se isso ocorrer quando há corredor(es) em base, será declarado um “balk”.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

“BALK” EM “PICK-OFF PLAY"*

O arremessador tentou surpreender o corredor da 1ª base fora da ‘almofada’, mas acabou cometendo um “balk” –fez o lançamento girando sobre o pé livre, ou seja,  sem dar um passo em direção à base.  


[Regra 8.05 (c)]

Passo em direção a uma base: o arremessador tem de levantar o pé livre inteiro do solo e retorná-lo a um local diferente de onde foi iniciado o movimento –o pé livre inteiro tem de ser movimentado numa direção, de forma que ele fique voltado para a base; ele não pode levantar o pé livre e trazê-lo de volta ao mesmo ponto de onde foi iniciado o movimento. Ao dar o passo, o calcanhar do pé livre não pode voltar ao mesmo ponto de onde o pé foi levantado.

Fonte: Manual do Árbitro da N.A.P.B.L. – National Association of Professional Baseball Leagues

Comentário – Regra 8.05 (c): Enquanto está em contato com o “pitcher’s plate”, o arremessador deve dar um passo diretamente em direção a uma base antes de lançar a essa base. Se um arremessador muda a direção do pé livre, ou gira sobre esse pé sem realmente dar um passo, ou vira o seu corpo, e lança antes de dar o passo, o árbitro deve declarar um “balk”.

*“Pick-Off Play” é aquela jogada em que o arremessador tenta segurar o corredor na base, ou eliminar o corredor que está fora da base. “Pick-Off Play” = ‘Kensei’. 

terça-feira, 27 de setembro de 2016

CORREDOR FOGE DO TOQUE (2)

O corredor foi declarado “out” porque, na opinião do árbitro, ele desviou mais de três pés (91,44 cm) do caminho da base para evitar o toque do receptor.


O caminho da base de um corredor é estabelecido quando ocorre a tentativa de toque, e é uma linha reta entre o corredor e a base para a qual ele está tentando chegar a salvo.

[Regra 7.08 (a) (1)]

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

CORREDOR FOGE DO TOQUE (1)

Nos lances mostrados no vídeo os corredores foram declarados “safe” porque, embora tenham evitado o toque, não desviaram mais de três pés do caminho da base.


O caminho da base de um corredor é estabelecido quando ocorre a tentativa de toque, e é uma linha reta entre o corredor e a base para a qual ele está tentando chegar a salvo.

[Regra 7.08 (a) (1)]

WORLD BASEBALL CLASSIC 2017 – FASE CLASSIFICATÓRIA

24.09.2016




Brasil 3 x 4 Grã-Bretanha








Resumo do jogo













Estatísticas


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

ARREMESSOS DE AQUECIMENTO

Quando o arremessador efetuou o quinto arremesso de aquecimento, havia decorrido mais de um minuto. Aí o árbitro de “home” chamou o batedor ao “batter’s box”. O arremessador reclamou, alegando que a regra lhe permite efetuar oito arremessos.

Reclamou sem razão. De acordo com a Regra 8.03, quando um arremessador ocupa sua posição no início de cada “inning”, deve ser autorizado a efetuar, no máximo, oito arremessos preparatórios, e tais arremessos não devem consumir mais de um minuto.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

É “FOUL BALL”

Aconteceu num jogo do LXI CAMPEONATO BRASILEIRO DE BEISEBOL INTERSELEÇÃO – CATEGORIA 40 ANOS (QUARENTÃO)– realizado no dia 17/09/2016, no Estádio Mie Nishi (Bom Retiro). 

Corredor na 1ª base. Rebatida “ground” na direção da 3ª base. A bola tocou a luva do defensor da 3ª base e desviou. (A bola estava em território “foul”, e o defensor, em território “fair”, quando isso ocorreu.) O árbitro de “home” decidiu “FAIR BALL” (???) O corredor chegou à 3ª base, e o batedor-corredor, à 2ª base. Após reclamação da equipe na defensiva, a decisão equivocada foi corrigida.

Teria o árbitro sinalizado “FAIR BALL” porque o defensor estava em território “fair” quando a bola teve contato com a luva?

Uma bola rebatida que, enquanto está em território “foul”, toca o corpo de um árbitro ou jogador ou qualquer objeto estranho ao terreno natural é um “foul ball”.

Regra 2.00 “FOUL BALL” (REBATIDA NULA)]

domingo, 18 de setembro de 2016

ARREMESSO EM DIREÇÃO À CABEÇA DO BATEDOR

Jogo empatado (2 x 2). Na metade final do nono “inning”, surgiu uma boa chance para a equipe local anotar o ponto da vitória. Com corredor na 3ª base, um “out”, o melhor batedor da equipe foi ao “batter’s box”. O primeiro arremesso a ele foi em direção à sua cabeça e quase o atingiu.  O arremessador foi advertido pelo árbitro.  Aí o técnico entrou no campo para contestar a advertência. Que medida deve tomar o árbitro?

Deve chamar a sua atenção e mandar parar. Se ele continuar reclamando, poderá ser expulso.

[Comentário – Regra 8.02 (d)]

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

ARREMESSADOR RETARDA O JOGO

Quando o batedor já estava posicionado no “batter’s box”, o arremessador ficou fazendo ‘kyatti booru’* com seus companheiros ao invés de efetuar o arremesso ao receptor.  Há alguma penalidade?

O árbitro deve adverti-lo; mas se ele repetir tal ato, deverá removê-lo do jogo.

[Regra 8.02 (c) - PENALIDADE]

*‘Kyatti Booru’ (vem do inglês “catch ball”) é aquele treinamento para lançar a bola a um companheiro e apanhar a bola lançada por ele. É a primeira coisa que uma pessoa interessada em praticar beisebol deve aprender.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

“BALK” DECIDE A PARTIDA

Jogo San Francisco Giants vs. San Diego Padres. Metade final do 10º “inning”, placar empatado (6 x 6), Padres no ataque, corredor na 1ª e 3ª base. O arremessador fez um arremesso ilegal –após dar um passo à frente com o pé livre, tirou o pé de apoio pra frente do “pitcher’s plate” e efetuou o arremesso.  O árbitro declarou um “balk”. Placar final: Giants 6 x 7 Padres.  

[Regra 8.05 (e)]

domingo, 11 de setembro de 2016

ÁRBITRO DE “HOME” APRESSADO (2)

“Home Run” para fora do campo de jogo. No momento em que o batedor-corredor estava a caminho do “home plate”, o árbitro de “home” entregou uma nova bola ao receptor, e este jogou-a ao arremessador.

Comentário – Regra 3.01: ... Depois de um “home run” rebatido para fora do campo de jogo, o árbitro não deve entregar uma nova bola ao arremessador ou ao receptor até que o batedor que rebateu o quadrangular tenha cruzado o “home plate”.

sábado, 10 de setembro de 2016

ÁRBITRO DE “HOME” APRESSADO (1)

Corredor na 1ª base. Rebatida “fly” grande para trás do jardineiro esquerdo. A bola tocou o solo e saiu do campo de jogo.  Enquanto o corredor e o batedor-corredor estavam a caminho das bases que lhes foram concedidas, o árbitro de “home” entregou uma bola de reserva ao arremessador e reiniciou o jogo.

Comentário – Regra 3.01 (e): ... Depois que uma bola lançada ou rebatida sai do campo de jogo, a partida não deve ser reiniciada com uma bola de reserva até que os corredores tenham alcançado as bases às quais tenham sido autorizados a avançar.

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

REGRAS DE ANOTAÇÃO

Rebatida “ground” forte.  O defensor da 1ª base deu um mergulho no chão para tentar efetuar a defesa; a bola passou sem ter contato com sua luva. O defensor da 2ª base afastou-se e conseguiu apanhá-la com dificuldade, nas proximidades do gramado, e lançou ao arremessador, que estava se movimentando para cobrir a 1ª base. O batedor-corredor foi declarado “safe”. (No momento em que o arremessador –que se atrasara na cobertura da base– recebeu a bola, o batedor-corredor já havia pisado a ‘almofada’.)
  
O anotador oficial creditou uma rebatida indefensável ao batedor.

Ao aplicar a Regra 10.05 (a), o anotador oficial deve sempre dar ao batedor o benefício da dúvida. O melhor caminho a seguir é anotar uma rebatida indefensável quando uma jogada excepcional de um defensor não resulta em uma eliminação

[Comentário – Regra 10.05 (a)] 

O anotador oficial não deve imputar um erro se o arremessador deixa de cobrir a 1ª base numa jogada e permite que um batedor-corredor chegue a salvo (“safe”) àquela base.

[Comentário – Regra 10.12 (a) (1)]

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

TIBOL ("TEEBALL") – 6


MANEIRAS DE JOGAR TIBOL

JOGAR COM DOZE PESSOAS NUM CAMPO TRIANGULAR
 
a) As distâncias entre as bases podem ser ajustadas livremente, de acordo com a quantidade de participantes ou o nível de suas habilidades. Normalmente, a distância entre a base principal ("home base") e a primeira base, e entre a base principal e a terceira base, é de 12m a 14m, e a distância entre a primeira base e a terceira base, de 8m a 14m.

b) A base principal deve ser colocada no ponto onde as linhas de "foul" se cruzam. A primeira base e a terceira base devem ser colocadas adequadamente nas suas posições.

c) O "batting tee" deve ser colocado 50cm a 1m atrás da base principal. 

d) Os jogadores são divididos em seis defensores e seis batedores.

e) Em cada "inning", todos os seis jogadores da ofensiva devem ter sua chance de bater.

f) Qualquer corredor que estiver sobre uma base quando ocorre a alternância das equipes no ataque e na defesa poderá continuar ocupando essa base, no "inning" seguinte, contanto que não seja o último "inning".

g) Os seis defensores devem colocar-se nas seguintes posições: "home" (defensor da base principal); primeira base (defensor da primeira base); terceira base (defensor da terceira base); interbases (defensor do espaço entre a primeira base e a terceira base); campo esquerdo (defensor do campo esquerdo ou jardineiro esquerdo) e campo direito (defensor do campo direito ou jardineiro direito).

h) Além das regras acima mencionadas, devem ser adotadas as Regras Oficiais de Tibol da Associação de Tibol do Japão.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

TIBOL ("TEEBALL") – 5

MANEIRAS DE JOGAR TIBOL
 
JOGAR COM QUATRO A SEIS PESSOAS (OBSERVADAS POR UM ORIENTADOR)
 
a) Desenhar um círculo com 6m de diâmetro, tendo como centro o "batting tee".
 
b) Quatro pessoas: são divididas em dois atacantes e dois defensores. Seis pessoas: são divididas em três atacantes e três defensores.
 
c) Os atacantes são divididos em batedor e batedor seguinte. O batedor, posicionando-se no círculo do batedor, bate a bola para os defensores. O batedor seguinte aguarda fora do círculo do batedor.
 
d) Posições dos defensores: interbases e segunda base.
 
e) Se um defensor apanhar corretamente a bola batida para o ar ("fly"), o batedor será eliminado. Se a bola apanhada for um "ground" (bola no chão), o defensor deverá lançá-la ao orientador que se encontra dentro do círculo do batedor, ou, se ele não estiver lá, ao defensor que tiver entrado no círculo; e se a bola lançada for apanhada corretamente por um deles, o batedor será eliminado. Não é necessário que a bola lançada alcance o círculo, em voo; pode ir rolando ou pulando sobre o solo.
 
f) Com três eliminações, as equipes se alternam no ataque e na defesa.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

TIBOL ("TEEBALL") – 4

MANEIRAS DE JOGAR TIBOL
 
JOGAR COM TRÊS AMIGOS
 
a) Material necessário: um "bat", quatro a cinco bolas e um "batting tee". 
 
b) Um atua como batedor, e dois, como defensores.

c) O batedor coloca uma bola no "batting tee" e bate-a para os defensores, alternadamente.

d) Os três atuam alternadamente como batedor e defensor.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

BOLA LANÇADA TEM CONTATO COM JOGADORES RESEVAS FORA DO “BENCH”

“Base Hit” (rebatida indefensável) em direção ao jardim esquerdo empurra o corredor da 2ª base para “home”; o batedor-corredor tenta chegar à 3ª base. Ao devolver a bola ao defensor da 3ª base, o jardineiro esquerdo faz um mau lançamento; a bola rola em direção ao “home plate” e tem contato com jogadores reservas da equipe na ofensiva que estão comemorando o ponto anotado.
 
Deve ser declarada uma Interferência da Ofensiva. A bola torna-se morta. O batedor-corredor deve ser declarado “out” se o árbitro julgar que esse incidente atrapalhou um defensor que poderia tê-lo eliminado; senão, deve permanecer na base que havia conquistado no momento da Interferência.  

[Regras: 7.11, 9.01 (c)]

domingo, 4 de setembro de 2016

TIBOL ("TEEBALL") – 3

MANEIRAS DE JOGAR TIBOL
 
JOGAR COM DUAS PESSOAS (ENTRE PAI E FILHO, POR EXEMPLO)
 
a) Material necessário: um "bat", quatro a cinco bolas e um "batting tee".

b) Um atua como batedor, e o outro, como defensor.

c) O batedor coloca uma bola no "batting tee" e bate-a para o defensor.

d) Quando termina de bater todas as bolas, apanha as bolas que lhe são lançadas pelo defensor e deixa-as junto ao "batting tee".

e) O batedor e o defensor se revezam.

sábado, 3 de setembro de 2016

TIBOL ("TEEBALL") – 2

MANEIRAS DE JOGAR TIBOL

TIBOL é um tipo de jogo agradável, divertido, independentemente de ser jogado por poucas ou muitas pessoas. Nos jogos de torneios nacionais ou regionais, é recomendado que sejam seguidas as Regras Oficiais da Associação de Tibol do Japão. Entretanto, é permitido que se use um Regulamento Especial feito no local dos jogos, levando em consideração a quantidade, o sexo e a idade dos jogadores; as medidas do campo de jogo; as habilidades dos jogadores; o equipamento etc., quando esses jogos são realizados com poucos jogadores. Uma equipe deve ser composta de dez jogadores (onze a quinze jogadores quando são utilizados batedores extras). É possível, porém, jogar um TIBOL simplificado, com poucas pessoas.  Vejamos:
 
JOGAR (BRINCAR) SOZINHO

a) Material necessário: um "bat" (taco, bastão), quatro a cinco bolas, um "batting tee" e uma rede.

b) Colocar uma bola no "batting tee" e bater essa bola com o "bat" contra a barreira armada com a rede.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

TIBOL ("TEEBALL") – 1

Fonte: Associação de Tibol do Japão (Japan Teeball Association)
Livros:
(1) Tiibooru Nyuumon (Introdução ao Tibol)
(2) Official Rules of Teeball (Regras Oficiais de Tibol)


O QUE É TIBOL?
TIBOL é um jogo muito parecido com beisebol e softbol. Consiste em brincar batendo uma bola colocada sobre um suporte ("batting tee"). Uma das maiores diferenças entre TIBOL e beisebol/softbol é que, no TIBOL, o batedor bate uma bola parada (não é necessário arremessador, portanto), e no beisebol/softbol, rebate uma bola em movimento, ou seja, uma bola arremessada.
Este jogo foi criado pela IBA - International Baseball Association e ISF - International Softball Federation, em 1988, para crianças interessadas em aprender beisebol e softbol, e está sendo muito praticado nos Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Japão.
A Associação de Tibol do Japão elaborou suas regras considerando este jogo uma nova modalidade esportiva, que tem como alvo não só as crianças, como também pessoas adultas, de meia-idade, com algum tipo de deficiência etc. E também projetou vários tipos de bolas e "bats".