quarta-feira, 25 de março de 2015

BOLADA NA CABEÇA

Arremessar na cabeça de um batedor é antidesportivo e extremamente perigoso.

 
Se o árbitro julgar que o arremessador jogou a bola, intencionalmente, na cabeça do batedor, poderá tomar qualquer das seguintes medidas:
 
(1) expulsar o arremessador, ou o técnico e o arremessador, do jogo, ou
 
(2) advertir o arremessador e o técnico de ambas as equipes de que outro arremesso dessa natureza resultará na expulsão imediata desse arremessador (ou um substituto) e do técnico.
 
Se, na opinião do árbitro, as circunstâncias justificam, ambas as equipes podem ser “advertidas” oficialmente antes do jogo ou a qualquer momento durante o jogo.

[Regra 8.02 (d)]

Sem comentários:

Enviar um comentário