sábado, 6 de setembro de 2014

GESTO DESNECESSÁRIO DO ÁRBITRO DE "HOME" CAUSA CONFUSÃO – TERCEIRO "STRIKE" NÃO AGARRADO RESULTA EM "HOME RUN"

Ocorreu no Beisebol Colegial do Japão (Kookoo Yakyuu): Primeira metade do quarto inning. Corredor na 1ª e 3ª base, dois eliminados, dois strikes. O batedor iniciou o swing e interrompeu-o; o arremesso foi declarado BALL. O receptor não concordou com a decisão e reclamou. O árbitro de home, então, solicitou o auxílio do árbitro da 1ª base. No momento em que o árbitro consultado fez o gesto de strike indicando que houve half swing, o árbitro de home levantou o braço direito, com o punho cerrado. Interpretando esse gesto como de eliminação do batedor (terceiro out), os defensores deixaram suas posições e foram caminhando em direção ao dugout. Como a bola havia tocado o solo antes de ser apanhada pelo receptor, o batedor saiu correndo e deu a volta no quadrilátero, pisando todas as bases; os corredores da 1ª e 3ª também pisaram o home plate. 
 
O árbitro de home reuniu-se com seus companheiros. Depois de conversar com eles por algum tempo, pegou o microfone e deu a explicação sobre o ocorrido. Disse ele: “Houve um half swing; eu consultei o árbitro da 1ª base; minha decisão BALL foi mudada para STRIKE; foi o terceiro strike, mas não um strikeout; o gesto que fiz foi para avisar o batedor sobre a mudança de decisão; e como o batedor não foi eliminado, foram anotados três pontos”.
 
A equipe contrária não questionou a explicação dada pelo árbitro. O placar passou de 3 – 0 para 6 – 0.
 
Essa confusão foi causada por um gesto desnecessário feito pelo árbitro de home (ele não precisava fazer aquele gesto para sinalizar que a decisão sobre o arremesso havia sido mudada).

 

Sem comentários:

Enviar um comentário