sexta-feira, 15 de agosto de 2014

DEFENSOR ESCONDE A BOLA PARA SURPREENDER UM CORREDOR

Um defensor pode esconder a bola para surpreender um corredor fora da base; isso é legal. O que não pode é fazer isso mancomunado com arremessador a fim de enganar o corredor. Assim sendo, o árbitro deve levar em consideração a circunstância em que o defensor utiliza essa artimanha. Se o arremessador está sobre ou perto (não necessariamente com a placa entre as pernas) do "pitcher's plate", sem estar de posse da bola, quando o defensor esconde a bola, tal ato deve ser interpretado como um intento de enganar o corredor; nesse caso, deve ser declarado um "balk".
 
O simples fato de o arremessador estar dentro do círculo quando o defensor esconde a bola não caracteriza uma intenção de enganar o corredor. Exemplo: O arremessador lança à 1ª base para tentar “pegar” o corredor e continua dentro do círculo; o defensor da 1ª base finge que devolve a bola e esconde-a; o corredor tira um pé da base e leva toque enquanto está fora da “almofada”. Nesse caso, não deve ser declarado um “balk”. O arremessador não teve participação na “malandragem” do defensor da 1ª base; foi um descuido do corredor (portanto, ele deve ser declarado eliminado).

 

Sem comentários:

Enviar um comentário