sexta-feira, 22 de agosto de 2014

BOLA ARREMESSADA ATINGE UMA DAS MÃOS QUE ESTÃO EMPUNHANDO O “BAT”

Corredor na 2ª base, nenhum eliminado, “ball count” (contagem de arremessos) sobre o batedor: 2 – 1 (dois “balls” – um “strike”). No arremesso seguinte o batedor faz “swing” (gira o “bat”); a bola atinge uma das mãos que estão empunhando o “bat” e rola para o território “fair”. Dúvida: rebatida "fair"?
 
Não. É um "strike" [Regra 2.00 "STRIKE" (e)].  A bola fica fora de jogo (bola morta); o corredor não pode avançar [Regra 5.09 (a)].  
 
Há um mito segundo o qual as mãos que seguram o “bat” são consideradas parte desse “bat”; daí a dúvida.  Quando uma bola (arremessada ou rebatida) tem contato com as mãos que seguram o "bat", deve-se aplicar a regra como se ela tivesse tocado qualquer parte do corpo.
 
Exemplos:
 
1) Contagem de arremessos: 2 – 2 (dois “balls” – dois “strikes”). O batedor gira o “bat” para tentar rebater o arremesso seguinte. A bola atinge uma das mãos que estão empunhando o “bat” e cai em território “fair”. Esse batedor deve ser eliminado [Regra 6.05 (f)]. A bola torna-se morta [Regra 5.09 (a)] . 
 
2) O batedor tenta fugir de um arremesso descontrolado. A bola atinge uma das mãos que estão segurando o “bat” e cai em território “foul”. Esse batedor adquire o direito de ir à 1ª base, sem o risco de ser eliminado [Regra 6.08 (b)]. A bola torna-se morta e os corredores avançam se forem forçados [Regra 5.09 (a)].
 
3) O batedor tenta rebater o arremesso. A bola toca o "bat" primeiro, atinge as suas mãos e rola para o território “fair”. É uma bola “foul” (Regra 2.00 “FOUL BALL” – NOTA 1).

Sem comentários:

Enviar um comentário