sábado, 23 de agosto de 2014

ARREMESSADOR SUBSTITUTO

Primeira metade do nono “inning”, um eliminado, corredor na 1ª base. Um arremessador substituto –canhoto– foi ao montículo para enfrentar um batedor canhoto. Ao ver o corredor se afastando muito da base, tentou surpreendê-lo; e na segunda tentativa conseguiu eliminá-lo. Após essa jogada, o técnico da equipe na ofensiva substituiu o batedor –mandou ao “batter’s box” um batedor destro. A equipe na defensiva pode substituir novamente o arremessador?
 
Não. O arremessador substituto que entrou na primeira metade do nono “inning” tem de arremessar pelo menos para um batedor.

Regra 3.05 (b): Se o arremessador for substituído, o novo arremessador deverá arremessar ao batedor de turno, ou ao seu substituto, até que ele seja eliminado ou alcance a primeira base, ou até que a equipe na ofensiva sofra a terceira eliminação, a menos que se machuque ou adoeça e o árbitro principal o considere incapacitado para continuar atuando como um arremessador.
 
Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans           

Sem comentários:

Enviar um comentário