sexta-feira, 18 de julho de 2014

APELAÇÃO SOBRE “HALF SWING”

Se um arremesso é declarado “BALL” num “swing” interrompido, a equipe na defensiva pode apelar (a apelação deve ser feita pelo técnico ou receptor); e se houver essa apelação, o árbitro de “home” terá de consultar o árbitro de base apropriado –o da 1ª base, quando o batedor é destro, e o da 3ª base,  quando o batedor é canhoto. O árbitro de “home” poderá, por sua própria vontade, pedir ajuda de um árbitro de base se estiver em dúvida sobre um “half swing”.  
 
Quando o árbitro de “home” solicita o auxílio de um companheiro sobre “half swing”, o árbitro consultado deve responder imediatamente (se, na sua opinião, houve meio-“swing“, deve fazer o gesto de “strike“; do contrário, deve fazer o gesto de “safe“). 
 
Para consultar o árbitro da 1ª base, deve apontar para ele, de preferência, com a mão esquerda, mas pode também fazê-lo com a mão direita, saindo de sua posição. A consulta ao árbitro da 3ª base deve ser feita sempre com a mão esquerda.

[Comentário - Regra 9.02 (c)]
 
Num “swing” interrompido, o arremesso deve ser declarado “strike” se a ponta do “bat” cruza a borda dianteira do “home plate” ou o quadril dianteiro do batedor. Isto não se aplica a uma tentativa de “bunt” quando o batedor puxa o “bat” para trás.

Fonte: The Umpire’s Call - Check Please! (http://www.usjuniortours.com/umpirescall/April2005.htm)

Sem comentários:

Enviar um comentário