quarta-feira, 26 de março de 2014

NO “BACKSWING” O “BAT” ATINGE O RECEPTOR

Um batedor tenta rebater a bola e erra. Ele faz um “swing” tão forte que o “bat” dá um giro completo e, no “backswing” (movimento para trás), toca o receptor ou a bola atrás dele. Se, na opinião do árbitro, o contato do “bat” com o receptor ou a bola foi involuntário, deve ser declarado um “strike” somente (e não uma Interferência). A bola, porém, torna-se morta e nenhum corredor deve avançar nessa jogada. Se este incidente ocorre numa situação em que o lançamento do receptor elimina um corredor, a jogada deve continuar como se nenhuma infração tivesse sido cometida. Se este incidente ocorre numa situação em que o batedor normalmente se torna um corredor devido a um terceiro “strike” não agarrado, a bola torna-se morta e o batedor deve ser declarado eliminado. 
 
A mecânica correta, neste caso, é a seguinte: O árbitro de “home” deve indicar que o “bat” atingiu o receptor quando o batedor o movimentou para trás (declarar: “backswing atingiu o receptor!”, no momento em que ocorre o incidente). Em seguida, deve declarar “Time” e paralisar o jogo.
 
Depois que a jogada termina, o árbitro deve então virar-se para a sala da imprensa e anunciar, bem como sinalizar que tal infração ocorreu –da mesma forma que ele deve fazer com qualquer jogada fora do normal– para que a aplicação da regra seja tão clara quanto possível.

[Comentário – Regra 6.06 (c) – vide OBSERVAÇÃO]

Fonte: Manual do Árbitro da N.A.P.B.L. – National Association of Professional Baseball Leagues

Sem comentários:

Enviar um comentário