sexta-feira, 5 de julho de 2013

DECISÃO EQUIVOCADA DO ÁRBITRO DE “HOME” E “BOBEADA” DO TÉCNICO DA EQUIPE NA OFENSIVA

Corredor na 1ª e 2ª base, dois “outs”, contagem de bolas arremessadas: 2 – 2 (dois “balls” – dois “strikes”). No arremesso seguinte, o batedor fez “swing”, mas falhou –a bola passou sem ter contato com o “bat”, bateu na luva do receptor e desviou para o território “foul”; o árbitro de “home” declarou o terceiro “strike” e eliminou-o. O técnico da equipe na ofensiva não reclamou.
 
Decisão equivocada do árbitro de “home” e “bobeada” do técnico da equipe na ofensiva. Nessa jogada, deveria ser aplicada a Regra do Terceiro “Strike”.
 
REGRA DO TERCEIRO “STRIKE”

Sob esta regra, três “strikes” nem sempre eliminam o batedor. Se o receptor derrubar a bola (1) quando não há corredor na 1ª base ou (2) quando há duas eliminações –mesmo com corredor na 1ª base– o batedor não será eliminado automaticamente, já que ele se torna um batedor-corredor.  Para eliminá-lo, um defensor terá de tocá-lo ou lançar a bola à 1ª base. Esta regra foi criada para evitar que o receptor derrube intencionalmente a bola do terceiro “strike”, com o propósito de executar uma jogada dupla.
 
[Beisebol – Regras: 6.05 (c), 6.09 (b)]
 
(Softbol - Regras:  8 – Seção 1b, 8 – Seção 2a)

Sem comentários:

Enviar um comentário