domingo, 31 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (12)


UM CORREDOR QUE ESTÁ ROUBANDO BASE NUM ARREMESSO QUE RESULTA EM “FOUL TIP“ TEM DE RETORNAR PARA SUA BASE.

Não precisa retornar, já que num “foul tip“ a bola está viva e em jogo; os corredores podem avançar a seu próprio risco.

(Regra 2.00 “FOUL TIP“)

“FOUL TIP“: É uma bola rebatida que vai brusca e diretamente do “bat” às mãos do receptor e é agarrada legalmente.

HOUVE PEGADA LEGAL?

O defensor da 1ª base correu até as proximidades do “bench” da 1ª base e apanhou um “foul fly”. No momento em que efetuou a defesa, porém, chocou-se com o muro; a bola saltou de sua luva e foi parar nas arquibancadas.  O batedor é “out”?
 
Não. Quando um defensor apanha um “foul fly” e  derruba a bola  imediatamente após colidir com um muro ou jogador, a pegada não é legal.  É um “foul ball”.
 
(Beisebol – Regras:  2.00 “CATCH”, 2.00 “FOUL BALL”)
(Softbol – Regras:  1 – Seção 15-D, 1 – Seção 37d)

sábado, 30 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (11)


O CORREDOR É “OUT“, AUTOMATICAMENTE, SE UM “BASE COACH“ TEM CONTATO COM ELE.

Nem sempre. O corredor é eliminado somente quando o contato do “base coach“, na opinião do árbitro, caracteriza uma ajuda física para fazê-lo retornar à (ou sair da) 1ª ou 3ª base.  

[Regra7.09 (h)]

BATEDOR ATIRA O “BAT” AO CHÃO E ATINGE A BOLA REBATIDA


Corredor na 1ª e 2ª base, um “out”. Após executar um “bunt”,  o batedor atirou o “bat” ao chão e atingiu a bola rebatida, em território "fair". O receptor apanhou a bola desviada e lançou-a, rapidamente, à 2ª base; o corredor da 1ª base foi declarado eliminado. Dando prosseguimento à jogada, o defensor da 2ª base jogou a bola à 1ª base; o batedor-corredor também foi declarado eliminado. As decisões dadas pelos árbitros são válidas? Houve uma jogada dupla?
 
As decisões dadas não são válidas. Não houve jogada dupla. Isso porque a bola tornou-se morta no momento em que teve contato com o “bat” atirado pelo batedor. Nessa jogada o batedor é “out” e os corredores devem retornar às bases que estavam ocupando.

[Beisebol – Regras: 6.05 (h)]
 
[Softbol – Regra 8 – Seção 2g-7)

sexta-feira, 29 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (10)


CORREDORES NÃO PODEM AVANÇAR NUM “INFIELD FLY”.

Podem. Quando é declarado um “Infield Fly“, a bola permanece viva e em jogo. Os corredores podem avançar, correndo o risco de a bola ser apanhada no ar, ou podem retocar a base e avançar depois que a bola é tocada por um defensor, como em qualquer bola “fly”.

(Regras: 2.00 “INFIELD FLY“)

“INFIELD FLY“: É uma bola “fly“ em território “fair“ (“fair fly ball“) –exceto um “line drive“ ou um “fly“ resultante de “bunt“– que pode ser agarrada por um “infielder“ (defensor do campo interno) mediante um esforço normal, na seguinte situação: a 1ª e 2ª base, ou a 1ª, 2ª e 3ª base estão ocupadas e há menos de dois “outs“.

INTERFERÊNCIA DO ÁRBITRO?

Bases vazias, nenhum eliminado, rebatida “line drive” para “leftfield” (jardim esquerdo). O batedor-corredor passou pela 1ª base e, ao dar um passo em direção à 2ª base, colidiu com o árbitro da 1ª base. Ambos foram ao solo. O defensor da 1ª base apanhou a bola que lhe foi lançada pelo jardineiro esquerdo e deu ‘tatti’* no batedor-corredor, que continuava estendido no chão, fora da base. Deve ser declarada uma Interferência do Árbitro?

Não. Jogada normal. O corredor é “out”. Interferência do Árbitro ocorre somente quando (1) um árbitro de “home” estorva, impede ou prejudica um lançamento do receptor que está tentando evitar um roubo de base ou eliminar um corredor fora da base; ou (2) uma bola “fair” que não tenha passado um defensor atinge um árbitro, em território “fair”.

[Beisebol – Regras: 2.00 “INTERFERENCE” (INTERFERÊNCIA) (c), 7.08 (c)]
 
[Softbol – Regras: 1 – Seção 60 (b) (c), 8 – Seção 9b]

*’Tatti’ vem de “TOUCH” (tâtch), que quer dizer toque, contato etc. Dar ‘tatti’, como costumamos dizer, é tocar o corredor (ou batedor-corredor) com a bola firmemente segura na mão ou luva.

quinta-feira, 28 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (9)


É UMA PEGADA LEGAL SE UM DEFENSOR DO CAMPO EXTERNO SEGURA A BOLA POR UM “TEMPO SUFICIENTE” ANTES DE DERRUBÁ-LA APÓS TROPEÇAR, CAIR OU COLIDIR COM OUTRO DEFENSOR.

Isso não existe. Uma pegada é considerada legal somente quando o defensor apanha uma bola em voo e consegue mantê-la firmemente segura em sua mão ou luva.  Não é uma pegada legal se, simultaneamente ao –ou imediatamente após– seu contato com a bola, colide com um jogador ou uma parede, ou cai ao solo, e em razão dessa colisão ou queda derruba a bola.

(Regra 2.00 “CATCH“)

INTERFERÊNCIA DO ÁRBITRO

No momento em que o batedor foi eliminado por três “strikes (“strikeout”), o corredor da 2ª base tentou “roubar” a 3ª base. Quando o receptor se levantou para fazer o lançamento à 3ª base, foi atrapalhado pelo árbitro de “home”. Como deve ser decidido este lance?

Beisebol

A bola torna-se morta e o corredor tem de retornar à 2ª base. A Interferência do árbitro de “home” ficou caracterizada no momento em que ele atrapalhou o receptor que estava tentando eliminar o corredor que avançava à 3ª base. Se o receptor tivesse conseguido eliminar o corredor, a Interferência não seria levada em consideração.
 
[Regras: 2.00 “INTERFERENCE” (c), 5.09 (b) – vide NOTA e NOTA 1]
 
Softbol

Quando ocorre uma Interferência do árbitro, deve ser sinalizada uma Bola Morta Demorada (“Delayed Dead Ball”). A bola permanece viva até a conclusão da jogada. Se o corredor sobre o qual está sendo executada a jogada for declarado “out”, a eliminação será mantida e a bola continuará viva; se for declarado “safe”, a bola se tornará morta e todos os corredores terão de retornar à última base que estavam ocupando no momento do lançamento.
 
(Regras: 1 – Seção 60b,  8 – Seção 8i, 8 – EFEITO – Seção 8i)

quarta-feira, 27 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (8)

UM DEFENSOR NÃO PODE, EM NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA, BLOQUEAR O CAMINHO DE UM CORREDOR QUE ESTÁ TENTANDO ALCANÇAR A “ALMOFADA”.
 
A linha de base pertence ao corredor, mas um defensor que está de posse da bola, ou está participando de uma jogada específica (está em ação para defender uma bola rebatida ou está prestes a receber uma bola lançada), pode permanecer no caminho do corredor.

(Regras: 2.00 “OBSTRUCTION”, 7.06)

BATEDOR FORA DE ORDEM


Nenhum “out”, corredor na 1ª base. O quarto batedor foi bater na vez do segundo batedor e acertou uma rebatida de três bases (“three-base hit”). O corredor da 1ª base pisou o “home plate”. Antes do primeiro arremesso ao próximo batedor, a equipe na defensiva apelou sobre o erro na ordem de batedores. Que decisão deve ser tomada e quem deve bater em seguida?

O segundo batedor, que deixou de bater na sua vez, deve ser eliminado. A rebatida deve ser anulada e o corredor que pisou o “home plate” deve retornar à 1ª base. O terceiro batedor deve bater em seguida.

[Beisebol – Regras: 6.07(b), 6.07 (d) (1)]
 
(Softbol – Regra 7 – EFEITO – Seção 2c-d/2 )

terça-feira, 26 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (7)

UM CORREDOR PODE COLIDIR COM UM DEFENSOR A FIM DE TENTAR FAZÊ-LO DERRUBAR A BOLA.

 Não pode. Um corredor que interfere, intencionalmente, numa bola lançada, ou é julgado ter estorvado um defensor que está tentando fazer uma jogada sobre uma bola rebatida –independente de o ato ter sido intencional ou não–, deve ser eliminado.

[Regra 7.08 (b), Comentário – Regra 7.08 (b)]

CORREDOR TENTANDO “HOME STEAL” É ATINGIDO PELA BOLA ARREMESSADA

1) Corredor na 2ª e 3ª base, dois “outs”,  “ball count” (contagem de bolas arremessadas): 3 - 2 (três “balls” - dois “strikes”). No momento em que o arremessador iniciou os movimentos de arremesso, o corredor da 3ª base tentou um “home steal” (roubo de “home”); e ao deslizar em direção à base foi atingido pela bola arremessada, na zona de “strike”.
 
Decisão: A bola torna-se morta. O batedor é eliminado por três “strikes” (“strikeout”) e o corredor não anota ponto. Se o lance apresentado acima tivesse acontecido com menos de dois “outs”, seria anotado um ponto, e o corredor da 2ª base, autorizado a ir à 3ª base, sem levar em conta se ele havia tentado avançar à base seguinte ou não.
 
[Regras 5.09 (h), 6.05 (n) – vide NOTA]

segunda-feira, 25 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (6)

NUM LANÇAMENTO DESCONTROLADO EM QUE A BOLA FICA FORA DE JOGO CADA CORREDOR PODE AVANÇAR MAIS UMA BASE ALÉM DAQUELA QUE PRETENDIA ALCANÇAR.

Ouvimos isso, frequentemente, principalmente quando a bola lançada à 1ª base para tentar eliminar o batedor-corredor sai do campo de jogo. É um equívoco. O lance não é de uma base, e sim de duas bases. Quando uma bola lançada passa por cima ou por baixo da cerca do campo, por exemplo, a cada corredor, incluindo o batedor-corredor, devem ser concedidas duas bases. Quando tal lançamento descontrolado é a primeira jogada de um defensor do campo interno, o árbitro, ao conceder tais bases, deve basear-se na posição dos corredores no momento em que o arremesso foi efetuado;  em todos os outros casos, na posição dos corredores no momento em que o lançamento descontrolado foi efetuado.

 [Regra 7.05 (g)]

JOGADA DE APELAÇÃO


O corredor da 1ª base disparou em direção à 2ª base quando o arremessador iniciou os movimentos de arremesso. O batedor acertou um “fly” grande para as proximidades da cerca do jardim central. Achando que seria uma rebatida indefensável, o corredor continuou correndo rumo à 3ª base. Ocorre que o jardineiro central afastou-se rapidamente e conseguiu apanhar a bola no ar. O defensor da 2ª base recebeu a bola que lhe foi lançada pelo jardineiro central e pisou a 2ª base antes de o corredor alcançá-la no seu retorno à 1ª base. O corredor é “out”?
O corredor não é “out” nesse momento. Para eliminá-lo, um defensor teria de tê-lo tocado ou pisado a 1ª base antes que ele conseguisse retornar.

[Regras: 7.08 (d), 7.10 (a)]
Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans            

domingo, 24 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (5)


UM CORREDOR TEM DE VIRAR PARA A DIREITA DEPOIS DE ULTRAPASSAR CORRENDO A 1ª BASE.
 
Este mito deve ter surgido porque muitos acham, equivocadamente, que se o batedor-corredor retornar à 1ª base –depois de ultrapassá-la correndo ou deslizando– por    dentro da linha de “foul”,  poderá ser eliminado por toque.
 
O batedor-corredor pode voltar à 1ª base, tanto por dentro do território “fair” como pelo território “foul”, desde que o faça imediatamente após ultrapassá-la. Se, entretanto, ele demonstrar qualquer intenção de avançar à 2ª base, perderá o direito de retornar sem correr o risco de ser eliminado. Nesse caso, será declarado “out” se for tocado com a bola por um defensor, antes de pisar a base, independentemente de onde se encontre –em território “fair” ou “foul”.
 
[Regras: 7.08 (c) – EXCEÇÃO, vide NOTA 1; 7.08 (j)]

BATEDOR DESIGNADO ("DH")

O “DH” acertou um “hit” e mandou a bola para as proximidades da linha de “foul” do  “leftfield” (jardim esquerdo). Ao passar pela 1ª base, sentiu uma fisgada no tendão da perna direita e não conseguiu continuar correndo. Seu técnico retirou-o do jogo; um “pinch-runner” (corredor de emergência) entrou no seu lugar. Essa substituição encerra o uso de “DH” para o resto do jogo. Certo?

Errado. Um substituto pode entrar no lugar do “DH”, como corredor de emergência, e esse corredor deve, daí em diante, assumir a função de Batedor Designado.  

[Regra 6.10 (b)] 

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans            

sábado, 23 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (4)


O BATEDOR NÃO PODE REBATER UM ARREMESSO QUE TOCA O SOLO PRIMEIRO.
 
Pode. Se o arremesso tocar o solo e pular através da zona de “strike”, será um “ball”, a menos que o batedor tenha girado o “bat” para tentar rebatê-lo. Se essa bola for rebatida, a ação seguinte será a mesma de quando ele rebate uma bola arremessada em voo.  Se, depois de dois “strikes”, o batedor fizer “swing” e não tocar a bola com seu “bat”, será aplicada a regra do terceiro “strike”.
 
[Comentário – Regra 2.00 “BALL”, Regra 6.09 (b)]
 
REGRA DO TERCEIRO “STRIKE”: Sob esta regra, três “strikes” nem sempre eliminam o batedor. Se o receptor derrubar a bola quando a 1ª base não está ocupada –independente da quantidade de eliminações– ou quando há duas eliminações –havendo ou não corredor na 1ª base–,  o batedor não será “out”; ele poderá correr para a 1ª base.  Para eliminar esse batedor, o receptor terá de tocá-lo ou lançar a bola à 1ª base. Se, com menos de dois “outs”, a 1ª base estiver ocupada, o batedor será eliminado automaticamente. Esta regra foi criada para evitar que o receptor derrube a bola, no terceiro “strike”, com o propósito de executar uma jogada dupla.

“FAIR BALL” OU “FOUL BALL”?

O batedor rebateu o arremesso. A bola tocou o solo e pulou para fora da linha da 1ª base. O defensor da 1ª base avançou e apanhou-a perto da 'almofada'. Quando sua luva teve contato com a bola, seus dois pés estavam dentro do território “fair”.  É “fair ball” ou “foul ball”?
 
Depende. Se a bola estava em território “fair” quando foi tocada, é “fair”; do contrário, é “foul”. Para decidir se uma rebatida é “fair” ou “foul”, o árbitro deve levar em consideração a posição da bola em relação à linha de “foul” quando ela é tocada, e não a posição do defensor.

(Regra 2.00 “FAIR BALL”, Regra 2.00 “FOUL BALL”)

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans

sexta-feira, 22 de março de 2013

JOGADA FORÇADA

Corredor na 1ª e 2ª base, dois “outs”, contagem de bolas arremessadas:  2 – 2 (dois “balls” – dois “strikes”). O batedor fez “swing” para tentar rebater o arremesso seguinte, mas seu “bat” nem ao menos tocou a bola. Como o receptor derrubou a bola, o batedor correu para a 1ª base. Antes de o batedor-corredor chegar à base, o receptor recuperou a bola e lançou-a ao defensor da 3ª base, que se encontrava sobre a “almofada” da 3ª base.
 
Decisão: O corredor da 2ª base é “out”. (Ao tornar-se um batedor-corredor no terceiro “strike” não agarrado, o batedor deu origem a uma jogada forçada.)  

[Beisebol – Regras: 2.00 “FORCE PLAY”, 6.09 (b) (2), 7.01, 7.08 (e)]
 
(Softbol – Regras: 1 – Seção 35, 8 – Seção 1b-2, 8 – Seção 9c)

quinta-feira, 21 de março de 2013

AFIRMAÇÕES FALSAS (3)


NUM ARREMESSO ILEGAL OU "BALK" A BOLA TORNA-SE MORTA IMEDIATAMENTE.

Há casos em que a bola continua em jogo.


Exemplos:

1)      O árbitro declara um arremesso ilegal.  O batedor rebate esse arremesso e chega “safe” à 1ª base através de um erro da defensiva. A bola continua em jogo.
 
[Regra 8.01 (d)] 
 
2) O arremessador faz um arremesso descontrolado ou um lançamento descontrolado a uma base após o árbitro ter declarado um “balk”. O corredor pode avançar além da base para a qual é autorizado a ir, a seu próprio risco.  A bola continua em jogo.
 
[Regra 8.05 – REGRA APROVADA (1)]

3)      O arremessador completa o arremesso após o árbitro ter declarado um “balk”. O batedor acerta um “hit” (rebatida indefensável) e alcança a 1ª base;  todos os outros corredores avançam pelo menos uma base. Nesse caso, a bola continua viva e a jogada prossegue sem levar em conta a falta cometida pelo arremessador.
 
(Regra 8.05 – PENALIDADE)

4)      O arremessador comete um “balk” ao efetuar o arremesso. Esse arremesso é declarado “ball” e corresponde ao quarto “ball”. Se isso ocorrer quando há corredor na 1ª, 1ª e 2ª ou 1ª, 2ª e 3ª base, a jogada deverá prosseguir normalmente, sem levar em conta a falta cometida pelo arremessador. A bola continuará viva.

(Regra 8.05 – PENALIDADE – NOTA 1)

BATEDOR REBATE BOLA ARREMESSADA QUE TOCA O SOLO

O arremessador teve um problema na hora de completar o arremesso; por essa razão, jogou a bola ao solo. A bola deu um pulo e entrou na zona de “strike”. O batedor ficou confuso no primeiro momento, mas reagiu rapidamente e conseguiu acertar uma rebatida para o “rightfield” (jardim direito) –a bola passou sobre o “rightfielder” (jardineiro direito) e foi parar na cerca. A rebatida é válida?

É um ‘hitto’*. Um arremesso que toca o solo pode ser rebatido.

(Comentário – Regra 2.00 “BALL”) 

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans                                     

*‘Hitto’ vem de “hit”, do termo “base hit”. Significa rebatida indefensável –aquela por meio da qual o batedor alcança a 1ª base, ou qualquer base subsequente, com segurança ("safe"), sem que tenha ocorrido erro na ação defensiva.

quarta-feira, 20 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - FINAL- PORTO RICO 0 x 3 REPÚBLICA DOMINICANA

Campeão: República Dominicana
MVP: Robinson Cano 

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_19_purint_domint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130320-1100132.html

AFIRMAÇÕES FALSAS (2)


SE UMA BOLA REBATIDA TOCA O “HOME PLATE” PRIMEIRO, DEVE SER DECLARADO UM “FOUL BALL”.

Não é verdade. Uma bola rebatida que toca o “home plate” primeiro deve ser tratada da mesma forma que qualquer bola rebatida que toca o território “fair” primeiro, já que o “home plate” faz parte do território “fair”. Ela pode ser “fair” ou  “foul”, conforme as circunstâncias.
 
(Regras: 2.00 "FAIR BALL", 2.00 "FOUL BALL")

CORREDOR ELIMINADO CONTINUA CORRENDO EM DIREÇÃO A UMA BASE


Corredor na 1ª base, rebatida “ground” para o campo interno. O interbases efetua a defesa e elimina o corredor da 1ª base na 2ª base. O corredor eliminado, porém, não para; continua correndo em direção à 3ª base. Vendo isso, o defensor da 1ª base vai pra frente, apanha a bola que lhe foi lançada pelo defensor da 2ª base –sem tocar a “almofada”– e despacha-a ao defensor da 3ª base. O batedor-corredor deve ser eliminado por causa da confusão criada por seu companheiro de equipe?
 
Não. Se um corredor continuar avançando após ter sido eliminado, não deverá, só por esse ato, ser julgado como se estivesse confundindo, estorvando ou dificultando as ações de um defensor.

[Comentário – Regra 7.09 (e)]

No softbol, se um corredor continuar correndo após ter sido eliminado e atrair um lançamento, tal ato será tratado como uma forma de Interferência. O corredor que estiver mais perto do "home plate", no momento da Interferência, será declarado eliminado.

(Regra 8 – Seção 9o)

terça-feira, 19 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - SEMIFINAL- HOLANDA 1 x 4 REPÚBLICA DOMINICANA

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_18_nedint_domint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130319-1099668.html



AFIRMAÇÕES FALSAS (1)


QUANDO AS MÃOS QUE SEGURAM O “BAT” SÃO ATINGIDAS POR UM ARREMESSO, ELAS DEVEM SER CONSIDERADAS PARTE DESSE “BAT”.
A afirmação é falsa. Quando uma bola arremessada atinge as mãos que seguram o “bat”, deve-se aplicar a regra como se ela tivesse tocado qualquer parte do seu corpo. 

segunda-feira, 18 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - SEMIFINAL- PORTO RICO 3 x 1 JAPÃO

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_17_purint_jpnint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130318-1099034.html


WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- PORTO RICO 0 x 2 REPÚBLICA DOMINICANA

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_16_purint_domint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130317-1098776.html




PEGADA LEGAL?


O batedor levantou um “fly” curto ao jardim central. O defensor da 2ª base e o jardineiro central correram na direção da bola. O defensor da 2ª base tentou efetuar a defesa, mas a bola bateu na sua luva e desviou; e atingiu o árbitro que estava se posicionando para observar a jogada. O jardineiro central, que estava atento, apanhou a bola no rebote antes de ela tocar o solo. O batedor é “out”?
Não. O jardineiro central não efetuou uma pegada legal, uma vez que a bola teve contato com o árbitro antes de ser apanhada.
[Beisebol – Regra 2.00 “CATCH” (PEGADA LEGAL)]
(Softbol – Regra 1 – Seção 15 – E)

domingo, 17 de março de 2013

REGRAS DE ANOTAÇÃO – “FIELDER’S CHOICE”

Com o intuito de roubar a 2ª base, Kirby Puckett, do Twins, saiu em disparada antes de o arremessador do Milwaukee, Juan Nieves, iniciar os movimentos de arremesso; mas Nieves lançou à 1ª base, ao invés de tentar “pegá-lo” na 2ª base. Puckett continuou avançando a todo vapor e conseguiu chegar a salvo (“safe”) à 'almofada', deslizando, enquanto a bola mal lançada pelo defensor da 1ª base rolava para o jardim esquerdo.  Deve ser anotado um roubo de base a Puckett?
 
Não. Se ele tivesse alcançado a 2ª base sem a ajuda do erro do defensor da 1ª base, ser-lhe-ia creditado um roubo de base; se, entretanto, ele tivesse sido eliminado pelo lançamento, seria anotada uma tentativa de roubo.
 
Uma jogada assim ocorreu com Darryl Strawberry, do Mets, durante a temporada de 1986. O defensor da 1ª base do Phillie fez um mau lançamento. Strawberry não foi creditado com um roubo de base. Foi anotado um erro ao defensor da 1ª base e um “fielder’s choice” (jogada de escolha do defensor).
 
[Regra 10.08 (f)]
 
Fonte: BIG LEAGUE Baseball PUZZLERS, de Dom Forker        

“HOME RUN” – PONTO DA VITÓRIA


Segunda metade do nono “inning”, corredor na 1ª base, um eliminado, placar empatado. O batedor acerta um “home run” (quadrangular) –a bola passa sobre a cerca do jardim central. O corredor da 1ª base passa a 2ª base e, achando que o quadrangular garante automaticamente a vitória, atravessa o “diamond” (quadrilátero) e vai em direção ao seu “bench” enquanto o batedor-corredor toca todas as bases legalmente.
 
Decisão: O corredor da 1ª base deve ser eliminado “por ter abandonado seu esforço para tocar a base seguinte”; o batedor-corredor deve ser autorizado a continuar seu avanço para “home” e anotar o ponto da vitória. O quadrangular não seria válido se essa jogada tivesse ocorrido depois de dois “outs”.

 [Regras: 4.09 (a), 7.05 (a), Comentário – Regra 7.08 (a)]

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans                       

sábado, 16 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- PORTO RICO 4 x 3 EUA

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_15_purint_usaint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130316-1098283.html


RECEPTOR ESTORVA O BATEDOR


Corredor na 3ª base, um eliminado. O batedor acertou uma rebatida “fly” para o jardim esquerdo após o árbitro de “home” ter apontado uma Interferência do receptor –o “mitt” teve contato com o “bat”. O jardineiro esquerdo apanhou a bola no ar; o corredor fez “tag-up” (retocou a 3ª base) e pisou o “home plate”. Como deve ser decidido este lance?

O árbitro de “home” deve aplicar a penalidade da Interferência –mandar o batedor à 1ª base e retornar o corredor à 3ª base. A equipe na ofensiva, porém, tem o direito de renunciar a essa penalidade e aceitar a jogada; e se ela optar pela jogada, o árbitro deverá eliminar o batedor –dois “outs”– e contar um ponto.
[Regras: 2.00 “INTERFERENCE” (b),  6.08 (c), Comentário – Regra 6.08 (c)]

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans           
No softbol também o técnico da equipe na ofensiva tem a opção de (1) aceitar a concessão pela falta cometida pelo receptor ou (2) aceitar o resultado da jogada.

(Regra 8 – EFEITO – Seção 1d-2)
No softbol, a falta cometida pelo receptor é tratada como Obstrução.

(Regra 1 – Seção 66a)

sexta-feira, 15 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- REPÚBLICA DOMINICANA 3 x 1 EUA

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_14_domint_usaint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130315-1097802.html



JOGADOR DESIGNADO (JD)

Softbol
 
No sétimo “inning”, o JD substituiu o FLEX, que estava ocupando a posição de arremessador. Essa substituição é legal?
 
É legal. O JD pode atuar como defensor, no lugar do FLEX, a qualquer momento. Nesse caso, o FLEX é considerado como tendo deixado o jogo e a quantidade de jogadores fica reduzida de 10 para 9.
 
(Regra 4 – Seção 5)

Fonte: OFFICIAL SOFTBALL RULE CASE BOOK, editado pela Associação de Softbol do Japão (JSA – Japan Softball Association)

CONCESSÃO DE BASES


Corredor na 1ª base. Enquanto estava no montículo, mas antes de se posicionar sobre o “pitcher’s plate”, o arremessador lançou à 1ª base para tentar surpreender o corredor fora da base. O lançamento, porém, saiu descontrolado –a bola passou pelo defensor da 1ª base e foi parar nas arquibancadas. Quantas bases devem ser concedidas ao corredor?
 
Duas bases, uma vez que o arremessador não estava em contato com o “pitcher’s plate” quando fez o lançamento.
 
Quando o arremessador está fora do “pitcher’s plate”, ele é considerado um defensor do campo interno. Consequentemente, se ele fizer um lançamento descontrolado dessa posição, tal lançamento será tratado da mesma forma que uma bola mal lançada por qualquer defensor do campo interno.

[Regras: 7.05 (g), 8.01 (e)]

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans           

quinta-feira, 14 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- ITÁLIA 3 x 4 PORTO RICO

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_13_itaint_purint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130314-1097099.html


CONFISCO DE JOGO


O corredor da 1ª base foi declarado eliminado numa jogada apertada ao tentar roubar a 2ª base. Contestando a decisão, foi em direção ao árbitro e, após ofendê-lo com um monte de palavrões, empurrou-o várias vezes. Obviamente foi expulso do jogo. Como ele se recusou a deixar o campo, o árbitro de “home” dirigiu-se ao técnico da equipe e ordenou a remoção imediata do indisciplinado jogador. Sua ordem, porém, não foi obedecida, e por essa razão o jogo ficou paralisado por muito tempo. Que medidas deve tomar o árbitro de “home”?

 Beisebol

 Pode confiscar o jogo e dar a vitória à equipe contrária pela contagem de 9 – 0.

 [Regras: 2.00 “FORFEITED GAME”, 4.15 (f)]

Regra 4.15 (f): Um jogo pode ser confiscado a favor da equipe contrária quando uma equipe não obedece, dentro de um tempo razoável, à ordem do árbitro para remover um jogador do jogo.

 Softbol

Pode confiscar o jogo e dar a vitória à equipe contrária pela contagem de 7 – 0.

(Regras: 1 – Seção 36, 5 – Seção 3f-6, 5 – Seção 4c)

 Regra 5 – Seção 3f-6: O árbitro de “home” declarará um confisco de jogo a favor da equipe não infratora se a ordem para remover ou expulsar um jogador ou qualquer pessoa autorizada a permanecer no “bench” da equipe não for obedecida dentro de um minuto.

quarta-feira, 13 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- PORTO RICO 1 x 7 EUA

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_12_purint_usaint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130313-1096872.html



WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- ITÁLIA 4 x 5 REPÚBLICA DOMINICANA

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_12_itaint_domint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130313-1096870.html



ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (36)


COM CORREDOR NA 1ª, 2ª E 3ª BASE

(Caso em que o árbitro da 2ª base fica fora do quadrilátero em razão de os defensores do campo interno estarem posicionados adiantadamente)

(c) QUANDO O ÁRBITRO DA 2ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO ENTRE O JARDINEIRO ESQUERDO E O JARDINEIRO DIREITO

Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 1ª base e da 2ª base e preparar-se para todas as jogadas na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 3ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base. Verificar também se o corredor da 2ª base pisa a 3ª base. Preparar-se para uma jogada na 3ª base.

ARREMESSO ATINGE O CORREDOR NA ZONA DE “STRIKE”

1) Corredor na 3ª base, dois eliminados, dois “strikes” sobre o batedor, tentativa de “home steal” (roubo de “home”). O arremesso atinge o corredor na zona de “strike”. Deve-se contar um ponto?
Não. O batedor é “out” por três “strikes” (“strikeout”) e completa a terceira eliminação.  A bola torna-se morta.

[Regra 6.05 (n)]

 2) Bases cheias, um eliminado, dois “strikes” sobre o batedor, tentativa de “home steal” (roubo de “home”). O arremesso atinge o corredor na zona de “strike”. Deve-se contar um ponto?
Sim. O batedor é “out” por três “strikes” (segunda eliminação). A bola torna-se morta. Os demais corredores devem ser autorizados a avançar uma base, sem levar em conta se estavam tentando avançar às bases seguintes ou não. 

 [Regras: 5.09 (h), 6.05 (n) – vide NOTA]

Fonte: DIAMOND CHALLENGE, de Jim Evans                   

terça-feira, 12 de março de 2013

WORLD BASEBALL CLASSIC 2013 - 2ª FASE- HOLANDA 6 x 10 JAPÃO

Acesse os seguintes links:

Em inglês: http://web.worldbaseballclassic.com/wbc/2013/gameday/index.jsp?gid=2013_03_12_nedint_jpnint_1&mode=box

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130312-1096716.html


ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (35)


COM CORREDOR NA 1ª, 2ª E 3ª BASE

(Caso em que o árbitro da 2ª base fica fora do quadrilátero em razão de os defensores do campo interno estarem posicionados adiantadamente)

(b) QUANDO O ÁRBITRO DA 1ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO ENTRE O JARDINEIRO DIREITO E A CERCA LATERAL DO JARDIM DIREITO


Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 2ª base: Mover-se rapidamente para dentro do quadrilátero e, posicionando-se entre a 1ª e a 2ª bases, verificar o “tag-up” do corredor da 1ª base e da 2ª base. Preparar-se para todas as jogadas na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 3ª base:  Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base. Verificar também se o corredor da 2ª base pisa a 3ª base. Preparar-se para uma jogada na 3ª base.

TERCEIRO “STRIKE” NÃO É AGARRADO LEGALMENTE

Bases vazias, nenhum eliminado, dois “strikes” sobre o batedor. No arremesso seguinte o batedor fez ‘karaburi’*. A bola tocou o solo após passar sobre o “home plate” e foi habilmente apanhada pelo receptor. O batedor é “out”?
 
O batedor não é “out”, uma vez que o terceiro “strike” não foi agarrado legalmente (antes de tocar o solo); ele pode tentar alcançar a 1ª base.

 [Beisebol - Comentário – Regra 6.05 (b)]
 
(Softbol - Regra 8 – Seção 1b - 1)

*‘Karaburi’ é um termo japonês; significa girar o “bat” em vão. Dizemos que um batedor fez ‘karaburi’ quando ele tenta rebater o arremesso e seu “bat” não tem contato com a bola arremessada.