quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

AMISTOSO WBC - BRASIL 0 x 2 FUKUOKA SOFTBANK HAWKS (28/02/2013)

Acesse os seguintes links:

Em português: http://extratime.uol.com.br/brasil-perde-ultimo-amistoso-de-preparacao-para-o-world-baseball-classic/

Em japonês: http://www.nikkansports.com/baseball/wbc/2013/news/f-bb-tp0-20130228-1091266.html

FOTOS DA RECICLAGEM PARA ÁRBITROS DE BEISEBOL 2013


Foi realizada nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2013, na sede do GECEBS, a reciclagem para árbitros de beisebol.

Para ver as fotos, clique no link abaixo:

https://skydrive.live.com/?cid=7a5d8a018c887398&id=7A5D8A018C887398%21210&Bsrc=Share&Bpub=SDX.SkyDrive&sc=Photos&authkey=!AihF6LmEwLNsXKM#cid=7A5D8A018C887398&id=7A5D8A018C887398%21212&sc=Photos&authkey=%21AihF6LmEwLNsXKM

CBBS - COMUNICADO

WBC - jogo BRASIL x Softbank Hawks (amistoso) ao vivo

Veja no link, a trasmissão ao vivo do jogo: BRASIL x Softbank Hawks
dia 28/fev (5ª f) -0:30hs

http://ja.justin.tv/arrrrr_chok#/w/4982188976/5

CBBS - COMUNICADO

Transmissão jogos ao vivo da WBC 2013 Publicado em 28 de Fevereiro de 2013, às 02h28

Seleção Brasileira de Beisebol (WBC)

Agora é oficial! Recebemos confirmação da MLB que os 3 jogos do Brasil, mais as semi-finais e a final, serão transmitidos no Brasil pela SKY.

Dia 02/03 07:00 - Brasil x Japão
Dia 04/03 14:15 - Brasil x Cuba
Dia 05/03 05:00 - Brasil x China

Canal 28 na Sky - Sports +
Horário de Brasilia.

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (23)


COM CORREDOR NA 1ª E 3ª BASE

(Caso em que o árbitro da 2ª base fica fora do quadrilátero em razão de os defensores do campo interno estarem posicionados adiantadamente)

(b) QUANDO O ÁRBITRO DA 1ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO ENTRE O JARDINEIRO DIREITO E A CERCA LATERAL DO JARDIM DIREITO
 
Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 2ª base: Mover-se para dentro do quadrilátero e preparar-se para todas as jogadas sobre o corredor da 1ª base e batedor-corredor na 1ª/2ª base.  
 
Árbitro da 3ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.

QUATRO BALLS – O BATEDOR NÃO VAI À 1ª BASE

O árbitro de home declarou o quarto ball. O batedor, porém, não foi à 1ª base; permaneceu dentro do batter’s box.
 
Um árbitro internacional que esteve aqui a convite da AAABSB orientou-nos como proceder em caso como esse.
 
(1)   Declarar “BALL!”, com voz alta, para alertá-lo (não deve indicar a 1ª base).
 
2)   Se ele ainda continuar parado, limpar o home plate.
 
(3)    Se mesmo assim não perceber a situação, declará-lo eliminado, considerando sua atitude como desistência do direito de ir à 1ª base. 
 
(OBSERVAÇÃO: Nas categorias menores o árbitro deve avisar o batedor e mandá-lo à 1ª base.)

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (22)


COM CORREDOR NA 1ª E 3ª BASE

(Caso em que o árbitro da 2ª base fica fora do quadrilátero em razão de os defensores do campo interno estarem posicionados adiantadamente) 

(a) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO ENTRE O JARDINEIRO ESQUERDO E A CERCA LATERAL DO JARDIM ESQUERDO

 Árbitro de “home”: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base e preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Mover-se para dentro do quadrilátero, observar a ação do corredor da 1ª base, verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base e preparar-se para uma jogada na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Verificar se o corredor da 1ª base pisa a 2ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

DEFENSOR DA 1ª BASE TOCA A BASE COM A LUVA ENQUANTO SEGURA A BOLA COM A MÃO

Rebatida “ground” forte na direção da 1ª base. O defensor da 1ª base errou ao tentar efetuar a defesa; a bola bateu na sua luva e foi rolando pra frente. Com muito esforço conseguiu apanhá-la com a mão e “mergulhou” para tocar a base ... mas o fez com a luva enquanto segurava a bola com a mão. O batedor-corredor é “out”?

Sim. Contanto que esteja de posse da bola, o defensor pode tocar a base com qualquer parte do corpo ou com a luva.

[Beisebol – Regras: 2.00 “TAG”, 6.05 (j)]

(Softbol – Regras: 1 – Seção 62b, 8 – Seção 2c)

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

AMISTOSO WBC - BRASIL 2 x 6 ORIX BUFFALOES (26/02/2013)

Acesse os seguintes links:
 
(Há um erro no total de pontos)
 

CBBS - COMUNICADO

AMISTOSO WBC Brasil x Orix Japão ao vivo
Publicado em 26 de Fevereiro de 2013, às 03h27

veja no link

http://www.fengyunzhibo.com/group/23370-p957035o.htm

jogo amistoso BRASIL x Orix do Japão ao vivo .

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (21)


COM CORREDOR NA 1ª E 3ª BASE

(b) QUANDO O ÁRBITRO DA 1ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO DIREITO DO JARDINEIRO CENTRAL

Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 2ª base: Preparar-se para todas as jogadas na 1ª/2ª base sobre o corredor da 1ª base e batedor-corredor.
 
Árbitro da 3ª base: Preparar-se para uma jogada na 3ª base.

TERCEIRO “STRIKE” NÃO AGARRADO – O BATEDOR NÃO CORREU PARA A 1ª BASE E O RECEPTOR NÃO O TOCOU NEM LANÇOU À 1ª BASE

Aconteceu num jogo da 5ª Taça Yakult de Beisebol Interclubes Infantil 2013, realizado no dia 23/02/2012.

Corredor na 3ª base, um eliminado, dois “strikes”. No arremesso seguinte, o batedor fez “swing” –o “bat” não teve contato com a bola.  O receptor não conseguiu segurar a bola, e esta foi para trás. Nesse lance o corredor da 3ª base anotou ponto. O batedor ficou parado no “batter’s box”, e o receptor não o tocou nem lançou à 1ª base; simplesmente devolveu a bola ao arremessador. O arremessador efetuou o arremesso e o batedor acertou um “hit”. O jogo prosseguiu normalmente. 

Num caso como esse, o árbitro, notando a distração tanto do batedor como do receptor, deve declarar "STRIKE THREE!" ou "STRIKE TRÊS!" (com voz alta), para alertá-los. Se mesmo assim eles não perceberem a situação, deverá continuar o jogo, com base na Regra 9.01 (c).

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

CURSO ANOTAÇÃO CODIFICADA CONFIRMADO!


O curso de anotação está confirmado que será nos dias 09 e 10 de março no Yakult... Peço a divulgação do mesmo..
Curso de Anotação Codificada

Datas: 09 e 10 de março de 2013, sábado das 8hs até 17hs, domingo das 8hs até 15hs.
Local: Complexo Esportivo Yakult - Ibiuna-CBBS
Valor Curso por pessoa: R$20,00
Valor Material Didático por pessoa: R$ 15,00
Público Alvo: Iniciantes, anotadores, jogadores, ex-jogadores, técnicos, pais, ou seja, para quem tem interesse independente de sexo e idade.
Pré-requisito: Interesse no Beisebol
Refeições: pagamento a parte para o responsável do Complexo Esportivo Yakult
Alojamento: deverá ser solicitado ao responsável do Complexo Esportivo Yakult
Contato Responsáveis Complexo Esportivo Yakult
Yakult: Tel.:(15) 3249-1270 ou fax (15) 3249-1271
Marajá: (15) 9789-5245
Os interessados deverão encaminhar email para anotacaobs@gmail.com, com as seguintes informações:
- clube
- nome completo
- categoria a que pertence o filho ou jogador
- informar se é iniciante ou se já sabe anotar
- telefone para contato
- se o material desejado deverá ser impresso ou se pode ser em formato digital.
 
Recomenda-se que o participante leve no dia do curso: lápis, borracha, canetas preta, azul, vermelha e corretivo
Ao final do curso, estaremos fornecendo copia do sistema utilizado, nesse caso, o participante poderá levar um notebook ou pendrive para obter a cópia.
As pessoas que já enviaram os dados anteriormente, apenas confirmar no email a presença.
 

Departamento de Estatística-Capital e Diretor Técnico da CBBS

Rafael Guem Murakami

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (20)


COM CORREDOR NA 1ª E 3ª BASE 

(a) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO ESQUERDO DO JARDINEIRO CENTRAL

 
Árbitro de “home”: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base e preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Mover-se para dentro do quadrilátero, observar a ação do corredor da 1ª base, verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base e preparar-se para uma jogada na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Verificar se o corredor da 1ª base pisa a 2ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.

Árbitro da 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

INTERFERÊNCIA OU OBSTRUÇÃO?

Rebatida “ground” na direção do espaço entre os defensores da 1ª base e 2ª base. Enquanto o defensor da 1ª base se preparava para efetuar a defesa, o arremessador correu para a 1ª base afim de receber o lançamento. No momento em que o arremessador e o batedor-corredor se aproximavam da base, houve um choque entre os dois. Teria o batedor-corredor cometido uma Interferência?

Não. O arremessador, sim, cometeu uma falta –uma Obstrução–, já que ele não estava de posse da bola, nem estava prestes a receber o lançamento, quando ocorreu a colisão. A bola torna-se morta e ao batedor-corredor deve ser concedida a 1ª base.

[Regras: 2.00 “OBSTRUCTION”, 7.06 (a)]

(Softbol – Regras: 1 – Seção 66b, 8 – Seção 7b)

domingo, 24 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (19)


COM CORREDOR NA 1ª E 2ª BASE

(b) QUANDO O ÁRBITRO DA 1ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO DIREITO DO JARDINEIRO CENTRAL

 
Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 2ª base: Ampliar o ângulo de visão –dando alguns passos para trás (“step back”) – e preparar-se para todas as jogadas na 2ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Preparar-se para uma jogada na 3ª base.

COMO MELHORAR O NÍVEL TÉCNICO DOS ÁRBITROS

Imediatamente após o término do jogo, os árbitros, juntamente com o chefe dos árbitros da competição, devem fazer uma reunião para reflexão, na qual serão feitos comentários sobre a atuação de cada árbitro, abordando principalmente as técnicas de arbitragem. Nessa reunião, um árbitro não deve criticar seus companheiros.

O aperfeiçoamento técnico depende do esforço de cada um. Os árbitros devem aproveitar todas as oportunidades que tiverem para treinar. Por exemplo: em casa podem cuidar do condicionamento físico através de exercícios; podem procurar uma boa postura a ser adotada dentro do campo e treinar os diversos gestos, com a ajuda de um espelho; podem exercitar a impostação de voz etc. Enfim, os árbitros devem pesquisar e encontrar a melhorar maneira de se aperfeiçoarem tecnicamente.   

Um lembrete: Boa arbitragem depende de um profundo conhecimento das regras do jogo, do uso de bom senso, de uma permanente revisão das Regras Oficiais de Beisebol. Os árbitros devem ler alguma parte do Livro de Regras todos os dias.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

CBBS - COMUNICADO

Transmissão WBC Publicado em 22 de Fevereiro de 2013, às 20h34

Atenção torcida brasileira!

O World Baseball Classic 2013 será transmitido diretamente do Japão pelo canal Sports+

Os canal é 28, exclusivo da SKY. Em HD, o canal é o 228.

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (18)


COM CORREDOR NA 1ª E 2ª BASE

(a-2) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO  ESQUERDO DO JARDINEIRO CENTRAL (Caso em que os corredores fazem “tag-up”)

 
Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada na 3ª base.
 
Árbitro da 1ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 1ª base e preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 2ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 2ª base e preparar-se para uma jogada na 2ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

NORMA PARA DISCIPLINAR COMEMORAÇÃO DE “HOME RUN”

A IBAF, dentro das recomendações para acelerar os jogos, estabelece o seguinte: Quando um batedor rebate um “home run”, os membros de sua equipe não podem tocá-lo até que ele tenha pisado o “home plate”. O descumprimento desta norma resultará em um aviso, e se isso ocorrer outra vez o batedor será eliminado.

Regulamento da CBBS (CT – 03 – 15):  No “home run”, os membros da equipe do batedor não poderão invadir a área do “home” até o batedor tocar o “home plate”. O descumprimento desta regra resultará em uma advertência, e se isso ocorrer novamente o técnico principal será expulso do jogo.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (17)


COM CORREDOR NA 1ª E 2ª BASE 

(a-1) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO ESQUERDO DO JARDINEIRO CENTRAL
 

Árbitro de “home” : Verificar se o corredor da 2ª base pisa a 3ª base e preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base e preparar-se para uma jogada na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Verificar se o corredor da 1ª base pisa a 2ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

A BOLA FICA MORTA QUANDO ATINGE UM ÁRBITRO

Nem sempre. 

Se uma bola arremessada ou lançada atinge um árbitro, a bola permanece viva e em jogo. 

Se uma bola “fair” atinge um árbitro, em território “fair”, depois de ter tido contato com um defensor do campo interno, incluindo o arremessador, ou depois de ter passado um defensor do campo interno, não incluindo o arremessador, ela continua viva e em jogo. 

Se uma bola “fair” atinge um árbitro, em território “foul”, ela continua viva e em jogo. 

A bola fica morta somente quando o árbitro é atingido, em território “fair”, por uma bola “fair” que não tenha tido contato com um defensor do campo interno, incluindo o arremessador, ou não tenha passado um defensor do campo interno que não seja o arremessador.

[Beisebol - Regras: 2.00 “INTERFERENCE” (c), 5.08, 5.09 (f) – vide NOTA]

(Softbol – Regras: 1 – Seção 60c, 9 – Seção 1g, 9 – Seção 2d, 9 – Seção 2e, 9 – Seção 2v)

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (16)


COM CORREDOR NA 3ª BASE

(c) QUANDO O ÁRBITRO DA 2ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO ENTRE O JARDINEIRO ESQUERDO E O JARDINEIRO DIREITO

 
Árbitro de “home” : Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base e preparar-se para uma jogada na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 3ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.

BATEDOR-CORREDOR CHEGA “SAFE” À 1ª BASE CORRENDO FORA DA FAIXA DE 3 PÉS

O batedor executou um “bunt” e, correndo fora da faixa de 3 pés, chegou “safe” à 1ª base.
 
O batedor-corredor deve ser eliminado quando corre fora da faixa de 3 pés?
 
Não. O batedor-corredor não deve ser punido pelo simples fato de correr fora da faixa de 3 pés; ele deve ser eliminado somente quando, na opinião do árbitro, seu procedimento estorva o defensor que está recebendo a bola lançada à 1ª base.

[Beisebol - Regra 6.05 (k)]
 
[Softbol – Regra 8 – Seção 2g-1 (a) (b)]

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (15)


COM CORREDOR NA 3ª BASE

(b) QUANDO O ÁRBITRO DA 1ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO ENTRE O JARDINEIRO DIREITO E A CERCA LATERAL DO JARDIM DIREITO

 
Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 2ª base: Preparar-se para todas as jogadas na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.

CORREDOR FORÇADO A AVANÇAR É ELIMINADO EM APELAÇÃO POR TER OMITIDO A BASE SEGUINTE


Corredor na 1ª base e 3ª base, dois “outs”. O batedor acertou um “hit” à frente do jardineiro central.  O corredor da 3ª base pisou o “home plate”. O corredor da 1ª base passou pela 2ª base, sem pisá-la, e tentou avançar à 3ª base; foi declarado “out” em apelação.
Decisão: Nessa jogada não foi anotado ponto porque a 3ª eliminação ocorreu em jogada forçada. Quando um corredor forçado a avançar é declarado “out” por ter omitido a base seguinte, a interpretação que se deve dar é que esse corredor foi eliminado antes de chegar àquela base, ou seja, foi eliminado em jogada forçada.

[Beisebol - Regras: 2.00 “FORCE PLAY”, 4.09 (a) – EXCEÇÃO (2), 7.08 (e), 7.10 (b)]

(Softbol – Regras: 1 – Seção 35, 5 – Seção 7b-2, 8 – Seção 9c,  8 – EFEITO – Seção 9g-j)

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (14)


COM CORREDOR NA 3ª BASE

(a) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O ESPAÇO  ENTRE O JARDINEIRO ESQUERDO E A CERCA LATERAL DO JARDIM ESQUERDO

 Árbitro de “home”: Verificar o “tag-up” do corredor da 3ª base e preparar-se para uma jogada no “home base”. Se a bola rebatida resultar em “fair hit” (rebatida indefensável), deverá verificar se o corredor da 3ª base pisa o “home base” e preparar-se para uma jogada na 3ª base.  
 
Árbitro da 1ª base: Verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base; preparar-se para uma jogada no “home base” se o árbitro de “home” for cobrir a 3ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Preparar-se para uma jogada na 2ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

NUM TERCEIRO “STRIKE” NÃO AGARRADO O BATEDOR FOI NA DIREÇÃO DO “DUGOUT” AO INVÉS DE CORRER PARA A 1ª BASE

Nenhum corredor em base, contagem de bolas arremessadas (“ball count”): 2 – 2 (dois “balls” – dois “strikes”). O batedor girou o “bat” para tentar rebater o arremesso seguinte, porém seu “bat” nem sequer teve contato com a bola. O receptor derrubou a bola. O batedor, achando ter sido eliminado (“strikeout”), foi na direção do “dugout” ao invés de correr para a 1ª base. O árbitro declarou-o eliminado no momento em que ele deixou o círculo de terra que circunda o “home plate”. A equipe na ofensiva reclamou, alegando que o batedor não deveria ser eliminado enquanto não alcançasse, efetivamente, o “dugout”. Reclamou com razão?

Beisebol 

Não. Um batedor que não percebe sua situação num terceiro “strike” não agarrado, e que por isso não tenta avançar à 1ª base, deve ser declarado eliminado tão logo deixe o círculo de terra que circunda o “home plate”.

[Regra 6.09 (b) (1), Comentário – Regra 6.09 (b)] 

Softbol 

Sim. Desde que não entre no “dugout”, o batedor tem o direito de correr à 1ª base a qualquer momento.

(Regras: 8 – Seção 1b, 8 – Seção 2d-3)

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (13)


COM CORREDOR NA 3ª BASE

RESPONSABILIDADE DE CADA ÁRBITRO EM BOLAS REBATIDAS PARA O CAMPO EXTERNO
 
(1)   O árbitro da 2ª base deve posicionar-se atrás da 2ª base (normalmente atrás do interbases), mas ele pode ficar no lado mais perto da 1ª base (no prolongamento da linha entre a 3ª base e a 2ª base).
 
(2)     O árbitro da 2ª base deve responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o espaço entre a posição normal do jardineiro esquerdo e do jardineiro direito, porém, quando se posiciona no lado mais perto do jardineiro esquerdo, além de responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o espaço entre o jardineiro esquerdo e a cerca lateral do jardim esquerdo, deve responsabilizar-se também pelas bolas rebatidas para o jardineiro esquerdo. 
 
(3)    O árbitro da 1ª base deve responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o espaço entre a posição normal do jardineiro direito e a cerca lateral do jardim direito. 

(4)   O árbitro da 3ª base deve responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o espaço entre a posição normal do jardineiro esquerdo e a cerca lateral do jardim esquerdo. 
 
(5)   O árbitro de “home” não se responsabiliza pelas bolas rebatidas para o campo externo.
 
(6)   Em princípio, a responsabilidade de cada árbitro em bolas rebatidas para o campo externo é a mesma de quando não há corredor em base.

BOLA ESCAPA DA MÃO DO ARREMESSADOR

O arremessador na Posição “Set”, percebendo que o corredor da 1ª base estava roubando a 2ª base, tentou uma jogada sobre ele. Ocorre que, quando girou o corpo em direção àquela base, a bola escapou de sua mão e foi ao solo. Recuperando-a rapidamente, conseguiu fazer um lançamento perfeito à 2ª base; o defensor da 2ª base recebeu a bola e tocou o corredor antes de ele alcançar a “almofada”. O corredor é “out”?
 
Não. Quando, com corredor(es) em base,  o arremessador derruba a bola enquanto está em contato com o “pitcher’s plate”, deve ser declarado um “balk”. O corredor deve ser autorizado a avançar uma base. Na jogada apresentada acima, o corredor tem o direito de ir à 2ª base, sem o risco de ser eliminado.

[Regra 8.05 (k)]

No softbol, se a bola escapar da mão do arremessador durante os movimentos de arremesso, será declarado um “ball” ao batedor; ela permanecerá em jogo e os corredores poderão avançar a seu próprio risco.
 
(Regra 6 – Seção 11)

domingo, 17 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (12)


COM CORREDOR NA 2ª BASE

(b) QUANDO O ÁRBITRO DA 1ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO DIREITO DO JARDINEIRO CENTRAL

 
Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.
 
Árbitro da 2ª base: Ampliar o ângulo de visão –dando alguns passos para trás (“step back”) – e preparar-se para todas as jogadas na 2ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Preparar-se para uma jogada na 3ª base.

COMO EVITAR OU SOLUCIONAR PROBLEMAS

a) Quando perceberem que poderá ocorrer algum problema, os árbitros, antecipando-se à reclamação por parte das equipes, deverão reunir-se, rapidamente, e definir a decisão correta a ser tomada.

b) Quando há reclamação sobre um lance polêmico, os árbitros, primeiramente, devem verificar se o reclamante é uma pessoa credenciada (técnico ou capitão da equipe). Em seguida, depois de ouvi-lo, devem reunir-se para deliberar sobre a decisão a ser tomada.

c) Qualquer problema deve ser solucionado com tranquilidade, aplicando corretamente as regras.

d) A decisão de um árbitro não deve ser alterada em razão de uma reclamação, a não ser que um erro evidente de interpretação ou aplicação de regra seja reconhecido.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (11)


COM CORREDOR NA 2ª BASE

(a-2) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO ESQUERDO DO JARDINEIRO CENTRAL (Caso em que o corredor da 2ª base faz “tag-up”)

 
Árbitro de “home”: Preparar-se para uma jogada na 3ª base.
 
Árbitro da 1ª base: Verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base; preparar-se para uma jogada no “home base” se o árbitro de “home” for cobrir a 3ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Verificar o “tag-up” do corredor e preparar-se para uma jogada na 2ª base.
 
Árbitro da 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

"FAIR" OU "FOUL"?


O batedor executou um “bunt”. A bola tocou o solo e parou dentro do “batter’s box”.
Uma bola rebatida que para –ou é tocada por um defensor– dentro do “batter’s box” é um “foul ball”. Certo?
Nem sempre. Se ela parar ou for tocada por um defensor enquanto se encontra na parte do “batter’s box” que fica dentro do território “fair”, a rebatida será “fair”. 

(Regra 2.00 “FAIR BALL”)

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (10)


COM CORREDOR NA 2ª BASE 

(a-1) QUANDO O ÁRBITRO DA 3ª BASE VAI ATRÁS DA BOLA REBATIDA PARA O LADO ESQUERDO DO JARDINEIRO CENTRAL

 
Árbitro de “home” : Preparar-se para uma jogada no “home base”.
 
Árbitro da 1ª base: Verificar se o batedor-corredor pisa a 1ª base e preparar-se para uma jogada na 1ª/2ª base.
 
Árbitro da 2ª base: Verificar se o corredor da 2ª base pisa a 3ª base e preparar-se para uma jogada na 3ª base.
 
Árbitro na 3ª base: Ir atrás da bola rebatida; não deve retornar até a jogada ser concluída.

JOGADOR DESIGNADO (JD)

Softbol

No quinto “inning”, o FLEX atuou como batedor no lugar do JD e foi eliminado na 1ª base. Quando, no sétimo “inning”, chegou novamente a vez do JD no “batting”, o técnico da equipe na ofensiva comunicou o reingresso dele ao árbitro de “home”. Esse reingresso deve ser permitido?
 
Se o JD for um jogador abridor, poderá reingressar. O técnico deve decidir se ele jogará somente na ofensiva –nesse caso o FLEX atuará na defensiva– ou se atuará também na defensiva –e nesse caso o FLEX será retirado do jogo (a quantidade de jogadores ficará reduzida de 10 para 9). Tal decisão deve ser comunicada ao árbitro de “home”.

(Regra 4 – Seção 5)

Fonte: OFFICIAL SOFTBALL RULE CASE BOOK, editado pela Associação de Softbol do Japão (JSA – Japan Softball Association)

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ARBITRAGEM (BEISEBOL) - MECÂNICA PARA O SISTEMA DE QUATRO ÁRBITROS - PARA CATEGORIAS MAIORES (9)


COM CORREDOR NA 2ª BASE

RESPONSABILIDADE DE CADA ÁRBITRO EM BOLAS REBATIDAS PARA O CAMPO EXTERNO
 
 
(1)   O árbitro da 2ª base deve posicionar-se dentro do quadrilátero, no lado mais perto da 1ª base ou no lado mais perto da 3ª base (é opcional).  Neste caso, não se responsabiliza pelas bolas “fly” (ou “line drive”) rebatidas para o campo externo.
 
(2)   O árbitro da 1ª base deve responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o espaço entre a posição normal do jardineiro central e a cerca lateral do jardim direito.
 
(3)   O árbitro da 3ª base deve responsabilizar-se pelas bolas rebatidas para o espaço entre a posição normal do jardineiro central e a cerca lateral do jardim esquerdo.
 
(4)   O árbitro de “home” não se responsabiliza pelas bolas rebatidas para o campo externo.
 
5)   A responsabilidade de cada árbitro em bolas rebatidas para o campo externo é a mesma de quando há corredor na 1ª base.